cultura

António Sala vai estar em Carnaxide a falar sobre livros

O comunicador é o convidado do próximo “Nós, Leitores”, que se vai realizar na biblioteca municipal, a 22 de fevereiro.
Imagem: Facebook de António Sala.

Uma voz da rádio e um rosto da televisão, António Sala é, sobretudo, um senhor da comunicação em Portugal. Com 75 anos de vida e 60 de carreira, foi também jornalista, compositor musical e até vice-presidente do Benfica. Todas estas facetas são largamente conhecidas pelo público português. O que talvez as pessoas não saibam é que António Sala é também um ávido leitor e é essa característica que o leva a Carnaxide este mês.

É ele o convidado do “Nós, Leitores”, um projeto criado pelas Bibliotecas Municipais de Oeiras, que recebe mensalmente uma figura pública para falar sobre livros e leituras. A iniciativa tem como objetivo desafiar personalidades a falar sobre um dos livros da sua vida, a comentar as obras que estão a ler no momento ou aqueles livros cuja leitura está a ser adiada indefinidamente.

Desta forma, António Sala irá partilhar com público os seus livros favoritos, numa conversa descontraída, moderada pelo jornalista Tito Couto, onde poderão surgir outros temas ligados à literatura. O comunicador, que já tem dez livros publicados, está a preparar, ainda para este ano, o lançamento de duas novas obras, uma de crónicas e outra sobre as suas viagens pelo mundo.

A sessão do “Nós, Leitores” está marcada para dia 22 de fevereiro, quinta-feira, na Biblioteca Municipal de Carnaxide, às 21 horas. A entrada é gratuita, mas sujeita à capacidade da sala e será por ordem de chegada. No caso de não poder estar presente, o evento vai ser transmitido na página de Facebook do Município de Oeiras e das Bibliotecas Municipais.

António Sala foi reconhecido como “a maior figura de sempre da história da rádio em Portugal”, em 2007, e recebeu as insígnias de Comendador da Ordem do Mérito, em 2010, pelo Presidente da República, Cavaco Silva. Em 2017, foi distinguido com o grande prémio da rádio em Portugal, o “Troféu Igrejas Caeiro” e, recentemente, em janeiro de 2024, recebeu as insígnias de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique no Palácio de Belém.

Este ano, que marca o 60.º aniversário da sua carreira, o comunicador é celebrado com um musical que está em digressão nacional, uma exposição fotográfica “Retratos Contados” e a inauguração do “Museu da Rádio e Comunicação António Sala”, na Parede. 

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA