cultura

“Amor Veneris” despede-se este mês com conversas, oficinas e visitas guiadas

Conheça a programação paralela da exposição "Amor Veneris — Viagem ao Prazer Sexual Feminino", patente até dia 30, em Algés.
A curadora Marta Crawford.

Este mês chega ao fim a exposição “Amor Veneris — Viagem ao Prazer Sexual Feminino” que, desde junho, tem recebido inúmeros visitantes, curiosos para conhecer todo o conceito artístico e pedagógico da mostra que reúne trabalhos de 35 artistas nacionais e internacionais. As obras estão divididas pelas três partes da exposição, dedicadas a três diferentes órgãos: cérebro, pele e clitóris. Se ainda não foi até lá, não se preocupe, porque pode visitá-la no Palácio Anjos, em Algés, até dia 30 de dezembro, sexta-feira.

A exposição é uma ideia original da terapeuta sexual e familiar Marta Crawford e a primeira do MUSEX — Museu Pedagógico do Sexo, criado em 2010 pela própria. A partir de uma perspetiva artística e científica, a mostra procura promover uma experiência pedagógica, provocadora e irreverente para acabar com os tabus sobre o tema do prazer sexual feminino. 

Para isso, foi criada uma programação paralela com iniciativas realizadas todos os meses, que pretendem explorar e trazer a debate tópicos relacionados com o tema central do certame e dar a oportunidade ao público de realizar visitas guiadas com as curadoras e alguns dos artistas. 

Para dezembro estão marcados diversos eventos em que todos podem participar, desde conversas, oficinas, workshops e visitas a que pode ir sozinho, com amigos, ou até com a família. Tome nota dos dias e dos respetivos horários das atividades. 

8 de dezembro (quinta-feira)

17 horas — Oficina do prazer “Intimidades a retalho”, com a investigadora e designer Teresa Almeida. A oficina convida mulheres com mais de 65 anos a partilhar práticas de autocuidado através de uma série de atividades criativas que lhes permitirão explorar a saúde íntima, sexualidade e afetos. Tratando de tópicos desde a menarca à menopausa, irão utilizar e aplicar materiais têxteis interativos para investigar a complexidade destes temas. A atividade está sujeita a inscrição através do email programacao@nullmusex.pt.

10 de dezembro (sábado)

15 horas — Visita orientada pela curadora da exposição e fundadora do Musex, Marta Crawford. Implica a compra de bilhete para a exposição e o levantamento de uma senha na bilheteira, que pode ser feito a partir de uma hora antes do início da atividade. Cada visita tem uma lotação máxima de 20 pessoas. 

17 horas — Conversa “Intimidade sexual — comunicação íntima”, com Marta Crawford, a psicóloga Luísa Pedroso de Lima e a escritora Cristina Carvalho com moderação de jornalista do “Gerador”. A entrada é livre, mas está sujeita à lotação da sala.

16 de dezembro (sábado)

18 horas — Visita pop-up à obra de Maria Beatriz pelos diretores da Galeria Ratton, Tiago Montepegado e Ana Maria Viegas, acompanhada por Marta Crawford. A visita implica a compra de bilhete para a exposição o levantamento de uma senha na bilheteira do Palácio Anjos, a partir de uma hora antes do início da visita, que tem lotação máxima de 20 pessoas.

17 de dezembro (sábado)

15 horas — Visita orientada pela curadora da exposição e fundadora do Musex, Marta Crawford. Estas visitas implicam a compra de bilhete para a exposição e o levantamento de uma senha na bilheteira, que pode ser feito a partir de uma hora antes do início da atividade. Cada visita tem uma lotação máxima de 20 pessoas. 

17 horas — Conversa “Educação para a sexualidade no âmbito dos serviços educativos de museus: quais os desafios?”, com Rosalia Vargas, Cristina Gameiro e Joana Henriques e moderação das curadoras Marta Crawford e Fabrícia Valente. A entrada é livre, mas está sujeita à lotação da sala.

18 de dezembro (domingo)

11 horas — Workshop sobre literacia de género, com Isaac dos Santos, homem trans e ativista LGBTQIA+. Na oficina irá ser explorado, analisado e discutido o género como um espectro. Será um local de aprendizagem, introspeção e partilha de experiências para todas as pessoas presentes. A participação pressupõe uma inscrição prévia até 48 horas antes do evento (pode fazê-lo enviando email para programacao@nullmusex.pt) e são dez o número máximo de inscrições.

12 horas — Visita orientada com a curadora Fabrícia Valente, sujeita a levantamento de senha e compra de bilhete na bilheteira do Palácio Anjos.

16h30 — Visita para pessoas cegas ou com baixa visão, no âmbito da iniciativa “Visitas Acessíveis“. Para participar deverá inscrever-se até 48 horas antes para o email programacao@nullmusex.pt e indicar se leva acompanhante. Cada visita tem uma lotação máxima de dez pessoas e implica a compra de bilhete para a exposição. No caso dos acompanhantes, o bilhete é gratuito.

Há, ainda, visitas orientadas à exposição todas as terças e sextas-feiras, ao meio-dia, com uma inscrição mínima de oito pessoas e máxima de 20. Aos sábados e domingos, as visitas orientadas decorrem ao meio-dia e às 15 horas, num máximo de 20 pessoas. 

“Amor Veneris — Viagem ao Prazer Sexual Feminino” conta com o apoio do Município de Oeiras e está aberta ao público de terça-feira a domingo, entre as 11 e as 19 horas (sextas e sábados até às 20 horas) até dia 30 de dezembro, no Palácio Anjos, em Algés. O bilhete para a exposição tem um custo de 5€ e pode ser comprado na bilheteira do Palácio Anjos ou no site da Ticketline.

Carregue na galeria para conhecer alguns dos espaços da exposição “Amor Veneris — Viagem ao Prazer Sexual Feminino”.

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA