cultura

A porta que salvou Rose em “Titanic” foi vendida por mais de 663 mil euros

No leilão entraram outros adereços icónicos como o chicote de Indiana Jones ou o machado de Jack Nicholson em "The Shining".
Vão começar as discussões.

Passaram 27 anos desde o lançamento de “Titanic”, mas há uma questão que continua a afligir os fãs e é recorrentemente tema nas redes sociais. Falamos da porta de madeira, que acomoda Rose no final, mas que muitos acreditam ter espaço para que também Jack conseguisse salvar-se. Outros estão convictos de que apenas um deles poderia apoiar-se em cima da mesma, sem que esta se afundasse. James Cameron, o realizador, concorda com o segundo grupo.

“O Jack poderia ter sobrevivo, mas havia muitas variáveis em jogo. Ele não arriscaria a segurança de Rose. Não fazia parte do seu carácter”, disse Cameron numa entrevista à “National Geographic”.

Independentemente das opiniões conta ou a favor, a verdade é que aquele adereço se tornou num dos mais populares na história do cinema. Facto que explica ter sido vendido por 663 mil euros num leilão, que decorreu esta segunda-feira, 25 de março, em Dallas, no Texas (EUA).

Foi o objeto mais caro do evento, mas não foi o único a ser vendido. Outra das peças cobiçadas era o vestido de chiffon que Kate Winslet usou no mesmo filme. Neste caso, foi leiloado por 115 mil euros.

Mas as obras a leilão não se limitavam ao filme galardoado com 11 Óscares. Da iniciativa chamada Treasures from Planet Hollywood (em português, Tesouros do Planeta Hollywood), fizeram também parte o chicote que Indiana Jones usou em “O Templo Perdido”, vendido por 484 mil euros, e o copo do Santo Graal que o arqueólogo encontrou em “A Grande Cruzada”, leiloado por cerca de 80 mil euros.

O evento terminou com a venda do machado de Jack Nicholson em “The Shining” (115 mil euros), a bola de bowling usada por Bill Murray em “Kingpin” (323 mil), o fato preto de Tobey Maguire em “Homem-Aranha 3” (115 mil) e a lata de gel de barbear que Wayne Knight utiliza para guardar embriões de dinossauros em “Parque Jurássico” (230 mil). Feitas as contas, o leilão gerou uma receita de aproximadamente 2,1 milhões de euros.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA