cultura

A cantora Rita Redshoes é a convidada do próximo “Nós, Leitores”

A sessão acontece dia 16 de maio, às 21 horas, na Biblioteca Municipal de Algés.
A cantora já escreveu livros infantis.

Em maio, há mais uma sessão da iniciativa “Nós, Leitores”, promovida pelas bibliotecas municipais. Desta vez, é a cantora Rita Redshoes que irá até à Biblioteca Municipal de Algés no dia 16 de maio, quinta-feira, para um serão a falar inteiramente sobre livros. 

Neste projeto, criado pelo município de Oeiras, são recebidas, mensalmente, diferentes figuras públicas, de áreas distintas, para falar sobre as suas leituras. Cada convidado é desafiado a contar algumas das obras literárias que o marcaram, partilhar o que anda a ler no momento, ou quais os livros que vai adiando. Numa conversa descontraída, moderada por Tito Couto, há espaço também para sugestões e perguntas do público. 

O evento tem início pelas 21 horas, sem horário certo para terminar. A entrada é livre, mas sujeita à capacidade da sala, por ordem de chegada. Se não conseguir ir até lá, poderá assistir à transmissão do evento, em direto, através da página de Facebook da autarquia de Oeiras, ou do perfil das Bibliotecas Municipais. Com uma carreira de sucesso na música, com cinco álbuns de originais lançados entre 2008 e 2021, Rita Redshoes vai partilhar com o público uma diferente faceta sua: a de leitora.

Enquanto escritora, já se aventurou pelo mundo da literatura infantil, com projetos pedagógicos para os mais novos. Destaca-se “Rita e a Floresta dos Legumes”, que aborda temas como a promoção da saúde e a atividade física e “Rita e a Aventura Feliz”, que também incluem temas originais, musicados pela artista, e uma peça de teatro, adaptada das histórias dos livros. Como autora e intérprete, tem somado colaborações com grandes nomes da música portuguesa como David Fonseca, The Legendary Tigerman, GNR ou Fernando Tordo, e colaborado com bandas sonoras premiadas para teatro e cinema.

O nome que adota artisticamente em 2007 (o verdadeiro é Rita Pereira), remete ao imaginário do filme “O Feiticeiro de Oz” e ao tema “Let’s Dance”, de David Bowie. É como Rita Redshoes que edita o single de estreia “Dream on Girl”, incluído no primeiro álbum, “Golden Era” (2008), totalmente cantado em inglês. O mais recente, “Lado Bom”, lançado em 2021, foi o primeiro que escreveu, na íntegra, em português, assumindo um registo que admite ser o mais pessoal da discografia.

Em 2023, criou o espetáculo “Chinfrim”, dirigido aos mais novos, composto por canções originais, às quais junta ambientes visuais e performances adequadas a vários dilemas de crescimento. É igualmente responsável pela banda sonora da peça de teatro para bebés, “Frágil”, e de uma exibição especial do filme “O Balão Vermelho”, curta-metragem clássica do cinema infantil francês.

Tito Couto, formado em Jornalismo, é o moderador do evento. Já produziu dezenas de eventos literários nacionais e internacionais, como a Feira do Livro de Bogotá, em 2013, e a de Guadalajara, em 2018, e há 12 anos que dinamiza o programa “Conta-me histórias”, onde entrevistou diversos músicos portugueses. Em 2016, lançou o livro “Algo estranho acontece”, sobre António Zambujo e Miguel Araújo e escreveu a biografia da cantora Carmen Miranda.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA