compras

SADBYC: marca oeirense jovem e urbana lança nova coleção

As propostas incluem camisolas e T-shirts, ideais para um look cool e descontraído.
Uma marca jovem e urbana.

Todas as peças de vestuário que usamos passam uma mensagem e criam a nossa identidade visual. Seja na roupa que utilizamos para trabalhar, quando queremos ter um ar mais profissional, seja nas peças que levamos a festas com cores e cortes mais vibrantes e elegantes ou nas mais descontraídas para momentos de lazer. A roupa é, sem dúvida, uma forma de expressão e foi com base nesse conceito, que nasceu a SADBYC.

Ricardo Carvalho já pretendia lançar a marca desde que terminou o ensino secundário, há quatro anos. Em setembro de 2020 criou a SADBYC, mas só agora, com 22 anos, e após terminar a licenciatura em Biologia, é que conseguiu ter tempo para estar totalmente focado na marca. O jovem de Carnaxide está também a tirar formação em Marketing, ligada às redes sociais, uma área que considera essencial para o crescimento da marca, que neste momento é 100 por cento online.

O fundador é também o diretor criativo da SADBYC. É ele que desenvolve o design das peças, que vão desde camisolas a T-shirts, gorros, sacos e autocolantes, dentro de um estilo jovem e urbano. “É uma marca divertida e ousada”, define o jovem, “É para todos aqueles que se sentirem bem com ela”.

Uma marca unissexo.

O nome lê-se como se fosse uma frase, com palavras separadas — Sad-by-C. O C — e vem do seu apelido, Carvalho. É uma designação que representa a necessidade de expressão que Ricardo sempre sentiu. Começou a fazê-lo através da roupa que usava, pois já tinha interesse por design e moda urbana, mas não se revia totalmente nas insígnias que já existiam dentro do género. Por isso, nada melhor que criar a sua própria marca e canalizar toda a criatividade para a mesma. “Estou sempre a pensar em novas ideias para desenvolver na SADBYC”, sublinha.

Em 2020, com a pandemia, conseguiu ter finalmente tempo para desenvolver o projeto que já pulsava há muito. Finalizou os designs que tinha começado, tratou de arranjar fornecedores (exclusivamente portugueses) e desenvolveu o site. Para isso contou com o apoio de amigos que o ajudaram a criar o conceito da marca.

“Tenho uma equipa que me acompanha e que sempre me apoiou imenso. A Catarina Soares, por exemplo, foi ela que desenvolveu a marca a partir do digital”, conta Ricardo. Além da digital manager, a equipa conta com um videomaker, Rodrigo Afonso, e com Gabriel Félix, outro jovem designer que ajuda Ricardo a desenvolver os produtos. A marca unissexo tem tamanhos que vão desde o S ao XL e desenvolve artigos sazonais, como é o caso dos gorros (11,90€).

Este ano lançou uma nova coleção, que pode conhecer por inteiro no site da marca. Em fevereiro chegaram as sweatshirs (29,90€) e este mês, a 9 de maio, foram lançadas as T-shirts (16,90€) e as tote bags (6,90€). Esta coleção tem a particularidade de ter o logotipo como imagem central. “Quis ter o logo nas peças porque tenho orgulho na marca que criei”, garante Ricardo.

No site pode encontrar também autocolantes (2,90€) e algumas T-shirts da coleção passada (14,90€), incluindo o modelo “2 meters”, onde se lê “If you can read this — you’re too close”, criado a pensar na distância de segurança que era pedida a propósito da pandemia de Covid-19.

Modelo “2 Meters”.

No entanto, há mais novidades a caminho: podemos adiantar que já em julho chega uma nova coleção. Até lá, Ricardo tem o objetivo de participar em alguns mercados de rua, em Lisboa. Siga a SADBYC no Instagram e no Facebook para estar a par das novidades. É por lá que está a decorrer, neste momento, o primeiro giveaway da marca, até dia 27 de maio.

Apoiar marcas locais

O slogan escolhido para a SADBYC é “support your local brand”, ou seja, suporte uma marca local. É esta a filosofia da marca, ligada ao conceito de comunidade pois, para Ricardo, a união faz a força e se todos os pequenos projetos se apoiarem, chegarão certamente mais longe.

Além disso, considera importante também o apoio que a marca recebe dos clientes na região onde está sediada. “Pode ser um like, um comentário, uma partilha nas redes, o passa-a-palavra. Isso ajuda muito, é isso que faz a marca crescer e expandir-se”, reforça o fundador. É esta a visão de Ricardo e da sua equipa, para quem os conceitos de comunidade, apoio e partilha são essenciais. “Queremos que a SADBYC seja uma referência regional, junto de um target mais jovem”, afirma.

“Não olho para as outras marcas como concorrentes. Acho que todas têm o seu espaço e se nos ajudarmos uns aos outros, é muito mais fácil chegar longe”. Por isso, a SADBYC quer também começar a desenvolver colaborações com outros artistas e projetos locais, que se identifiquem com os seus valores.

De seguida, carregue na galeria para conhecer mais propostas da SADBYC. 

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA