compras

Primeira máscara no mundo que elimina o novo coronavírus criada em Portugal

É uma inovação a nível global, fruto de meses de testes e estudos. Está já à venda online e em lojas.
A máscara inovadora.

É uma verdadeira inovação mundial, made in Portugal. Empresários, cientistas e académicos portugueses uniram-se num projeto para desenvolver a primeira máscara a nível mundial com capacidade de eliminar o novo coronavírus.

Segundo explica a “SIC Notícias” numa reportagem, o projeto implicou mais de dois meses de testes, que acabaram por confirmar que as máscaras são de facto únicas no mundo.

Susana Serrano, CEO da Adalberto, explica ao canal que as máscaras têm um tratamento repelente, anti-gotas e ainda um tratamento anti-viral. Podem ser lavadas e têm um tempo de utilização de pelo menos um ano.

Segundo um comunicado divulgado já este sábado, 25 de julho, as empresas que se uniram neste projeto confirmam a novidade: a máscara MOxAdTech superou com sucesso os testes realizados pelo Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antunes, que a tornam na primeira máscara com capacidade de inativar o vírus que causa a Covid-19.

A máscara reutilizável de elevado desempenho já estava à venda e já tinha o comprovativo de proteção microbiana, acrescentando agora a capacidade do tecido de inativar o vírus SARS-CoV-2.

A máscara em preto.

A MOxAd-Tech, que resultou inicialmente da cooperação entre a fabricante Adalberto, a retalhista de moda MO da Sonae Fashion, o iMM, o centro tecnológico CITEVE, e a Universidade do Minho assume-se, assim, como a primeira máscara que inativa o vírus. A máscara beneficia de um revestimento inovador que neutraliza o vírus SARS-CoV-2 quando este entra em contacto com o tecido, efeito que se mantém mesmo depois da realização de 50 lavagens. 

As máscaras estão à venda no site da Adalberto ou da MO, e começam nos 9,50€. No concelho de Oeiras pode encontrar a máscara em lojas Continente e Well’s.

tags: continente, coronavírus, covid-19, máscara, mo, oeiras

outros artigos de compras

mais histórias de Oeiras