compras

Pode nascer um mega resort comercial em Carnaxide

O projeto Aquaterra tem um investidor britânico que quer revolucionar o setor do retalho em Portugal.
Junto ao aqueduto.

Há uma zona com cinco hectares em Carnaxide que pode ser transformada num resort comercial gigante, com lojas, ginásio, campos de futebol e padel, lagos, restaurantes, parque público e espaço para concertos. A notícia foi avançada esta quarta-feira, 11 de setembro, pelo “Público“. 

Segundo a mesma publicação, o projeto Aquaterra pertence a um investidor britânico. Como no local passa o Aqueduto das Francesas, que faz parte do conjunto classificado do Aqueduto das Águas Livres, o plano está obrigatoriamente em consulta pública até esta quarta-feira. Pode, inclusive, ser comentado na plataforma Participa.

Em entrevista ao jornal, William Blake Loveless, gerente da empresa Jackyl, que detém o terreno, explicou melhor esta ideia. “Queremos criar algo com uma componente de retalho, porque é o que financia tudo o resto, mas o que queremos fazer para que seja divertido e interessante é ter uma componente desportiva muito grande. Uma academia de futebol, uma academia de ténis, um grande lago, concertos, espaços abertos, restaurantes”, disse.

Se o projeto se concretizar, o centro comercial deverá ter sete pisos, sendo que quatro deles são subterrâneos. Haverá ainda uma zona de restauração de rua com cozinha de autor e esplanadas. 

Conta o “Público” que os lagos vão estar preparados para receber atividades náuticas como stand up paddel ou kaiak. “Já junto a um bairro de moradias ficarão as academias desportivas: quatro campos de futebol de diferentes dimensões, 11 campos de ténis e seis campos de padel”, lê-se.

tags: Aquaterra, Carnaxide