compras

Plataforma de venda de roupa em segunda mão da Zara está prestes a chegar a Portugal

O serviço Pre-Owned vai passar a estar disponível em 14 novos países, com peças a valores mais acessíveis.
Uma revolução.

A âncora do grupo Inditex — que é também a maior marca de fast fashion do mundo — está prestes a começar uma revolução em Portugal. Se é cliente da Zara, vai poder comprar roupa usada na retalhista espanhola, o que significa que as peças vão estar a preços mais acessíveis que o habitual.

A iniciativa da gigante da moda, a Pre-Owned, vai passar a estar disponível no nosso País a partir de 12 de dezembro. No mesmo dia, a plataforma que começou como um projeto-piloto chega a 14 novos mercados europeus, através do site, da aplicação e dos espaços físicos da retalhista.

Os utilizadores vão poder agendar pequenos serviços de costura e também partilhar as peças que já não usam e desejam doar ou vender. Terão de publicar fotografias dos artigos e fornecer informações detalhadas sobre os mesmos. Já as doações poderão ser feitas em centenas de pontos de venda.

As vendas serão processadas através do site e da aplicação da Zara, que irá funcionar, no fundo, como um marketplace de roupa em segunda mão. O projeto foi criado para “promover ações a favor da circularidade, como o prolongamento da vida útil das peças de vestuário dos clientes, contribuindo para o desenvolvimento sustentável das regiões do país”, explica a marca.

A Pre-Owned estreou-se no mercado têxtil em novembro do ano passado, no Reino Unido, e chegou a França em agosto deste ano. Ainda este ano, a marca pretende expandir a plataforma a mais mercados europeus e, com o lançamento em Espanha, torna-se uma realidade cada vez mais próxima dos portugueses.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA