compras

Os cinco vestidos que assentam melhor de acordo com o formato do corpo

As silhuetas são todas diferentes e a sugestão passa por usar peças de roupa que se adaptem melhor à nossa fisionomia.
Para uma maior elegância.

Sabemos que todos os corpos são diferentes: com mais ou menos curvas, com pernas curtas ou longas, com os ombros largos ou mais estreitos. Mas, nem sempre percebemos qual é a melhor maneira de nos vestirmos, consoante a nossa anatomia. No entanto, existem vários truques que podemos seguir.

Para cada corpo (e formato), há um estilo de vestido específico, que vai assentar melhor do que qualquer outro. O objetivo é fazer com que se sinta confortável, segura de si mesma e sempre elegante — mesmo que use uma proposta descontraída, para ir à praia.

Quem tem um corpo em forma de ampulheta, em que os ombros e quadris têm uma largura semelhante e a cintura é mais marcada, o vestido lápis ou tubo será o melhor aliado. Falamos de um modelo com um design justo que ao acompanhar os traços da silhueta, realça-a ainda mais.

No caso de quem tem a parte dos ombros mais larga que o resto do corpo (ou seja, um corpo triangular), um modelo estilo lingerie de alças é o mais adequado. Já que a intenção é chamar a atenção para a parte inferior. Se as alças forem finas, embora não cubram os ombros, também não lhes dão destaque. E se houver algum apontamento de volume no final do vestido cria destaque exclusivamente na zona dos quadris ou das pernas, e não na parte de cima.

O corpo retangular é quando não há diferença entre ombros, cintura e quadris. Com o objetivo principal de garantir curvas à figura, nada melhor que usar um vestido com mangas bufantes, justo na zona do peito até meio da barriga, e com uma saia midi larga. Também um irreverente estampado cria a sensação de maior volume.

Se a zona dos quadris for mais larga (corpo de pera), o vestido ideal não pode ser muito apertado nessa parte e deve assegurar uma certa leveza (saia esvoaçante). A cintura deve ser justa e a parte superior deve definir bem os ombros. Dado que, habitualmente, são mais estreitos em relação aos quadris e por isso há que lhes dar um destaque maior.

Por fim, para quem tem um corpo de maçã, em que as formas redondas predominam e cintura não é muito definida, o vestido mais aconselhado é um midi fluído, com um cinto a prender. Já que o objetivo é definir mais as diferentes partes do corpo (como se fossem zonas separadas), do que o corpo num só.

A seguir, carregue na galeria para associar cada silhueta ao estilo de vestido correspondente.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA