na cidade

OldSteel Portugal: a empresa que transforma bidons em peças de decoração

Nasceu há menos de um ano e tem convencido cada vez mais clientes com os sofás, cadeirões, móveis e lavatórios feitos a partir de materiais reciclados.
Quando um bidon passa a ser uma peça de decoração.

São bidons que já foram utilizados para transportar alimentos, produtos de farmácia e substância como glicerina e terebentina. Em vez de irem diretamente para o lixo, são recuperados e transformados em móveis por Paulo Pintado, proprietário da empresa OldSteel Portugal.

Desde sempre que Paulo se dedicou à recuperação de carros e motas. Ao fim de alguns anos, decidiu experimentar criar as próprias peças. No entanto, esta vertente era apenas um hobby, já que Paulo trabalhava numa empresa de telecomunicações. Há cerca de um ano decidiu deixar o seu emprego para se dedicar por inteiro a esta carreira.

Ainda pensou em investir na área da restauração (por ser um chef amador), mas foi nos velhos bidons de lata que viu uma oportunidade de negócio. Começou a fazer recolha junto de empresas (do ramo ou de reciclagem) e chegou até a receber a matéria prima sem pagar nada.

Paulo Pintado explica à New in Oeiras que “a ideia é ter um trabalho side by side com o cliente para que o resultado seja o mais fiel possível ao idealizado”.

Tudo começa com o design, passando depois pelas fases de limpeza, corte, soldagem e pintura. É também incorporada uma “estrutura interior em aço galvanizado para aumentar a sua resistência e segurança”.

Quando se trata de sofás e cadeirões, os estofos são colocados por outra pessoa. No entanto, os materiais também são reutilizados. Pele sintética, veludo, tecido e ganga estão entre as opções mais populares. Mas o cliente pode também trazer o material que pretende aplicar.

Nas redes sociais da Old Steel Portugal encontra vários exemplos das peças que já foram produzidas. A maioria foi vendida para barbearias e restaurantes. Algumas das peças são bem curiosas, como os lavatórios, que são incorporados no bidon e que podem ser normais ou indicados para cabeleireiro. A escolha é, como sempre, do cliente. Este é dos poucos casos em que Paulo Pintado utiliza materiais novos.

O showroom é na casa onde Paulo vive com a família. Se quiser marcar uma visita, pode enviar uma mensagem pela página do Facebook ou através do telefone (917 772 333). O objetivo é abrir uma loja física em Oeira em breve.

Quem manda nisto tudo

Nome: Paulo Pintado
Idade: 35 anos
Marca Favorita: “Oldsteel Portugal, afinal é um pedaço mim.”
Guilty Pleasure: “Doces.”
Convença-nos a comprar as suas peças: “Renovar é um conceito, mas reutilizar é uma arte.”

Carregue na galeria para conhecer o trabalho da OldSteel Portugal.

tags: materiais reciclados, mobiliário, novidade nio, oeiras, oldsteel, oldsteel portugal