compras

O vinho Que se Foda voltou e está a oferecer 90 garrafas

Só precisa de fazer um vídeo a pedir as referências da marca. Os mais originais vão estar em votação na página de Instagram.
O vinho voltou e está com um passatempo especial.

Desde o início de junho que o vinho mais irreverente do mercado português voltou a estar disponível. O Que se Foda tornou-se um sucesso em 2020 ao esgotar as mil garrafas que haviam sido produzidas em poucas horas. Depois de versões em tinto, branco, rosé e verde, chegou num pack especial com nove garrafas.

Se ainda não as encomendou, saiba que as pode ganhar. A marca lançou um passatempo na página de Instagram para oferecer 90 garrafas. Tudo o que tem de fazer é criar um vídeo e partilhá-lo na rede social. Os nove mais criativos vão estar em votação. O mais votado será o vencedor do prémio — ou seja, as 90 garrafas, mas também haverá brindes para os segundo e terceiro classificados.

“Faz um do vídeo do crl a pedir Qsf. Publica-o no Instagram, segue e taga o @vinhoquesefoda. Nos comentários deste post, taga nove fdp para te inscreveres”, explica a marca na publicação na rede social.

Neste regresso a marca adotou um novo nome — Qsf — já que a expressão por extenso não foi aceite na altura do registo. “Quando criei o projeto não queria propriamente vender vinho. Queria fazer arte e fazer chegar uma mensagem às pessoas fechadas em casa. Tentei registar a marca Que se foda mas não me deixaram”, explicou à NiT Francisco Eduardo, um dos responsáveis pelo projeto.

O site voltou a estar ativo com apenas uma sugestão disponível, a que chamam Abecedário Qsf. Custa 89€ e é composto por nove garrafas, cada uma com uma letra no rótulo que bem alinhadas criam a expressão “que se foda”.

Brincam que são uma proposta para levar no pacote, uma vez que não podem ser encomendadas de forma individual como os outros vinhos que a marca lançou nos últimos dois anos. Desta vez, a parceria foi feita com uma vitivinícola da zona de Tomar, a Santos e Seixo.

Quatro garrafas de tinto, da casta Syrah; três de branco, com Fernão Pires; e duas rosé, preparados com Touriga Nacional, são as sugestões que compõem este conjunto da Qsf. As colheitas de rosé e branco são de 2021. O tinto é de 2020. E já todas podem ser encomendadas.

Em 2021, além dos vinhos, o projeto ganhou alguns artigos de merchandising, como canecas, T-shirts e sweatshirts. O conceito teve ainda direito a uma exposição em outubro onde foi possível provar as várias referências.

Carregue na galeria para conhecer 10 grandes vinhos tintos portugueses que custam menos de 5€.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA