compras

O crochet e o tricot são os protagonistas deste verão nas carteiras da Vintage Bazaar

A marca oeirense lançou diferentes modelos, de mão ou de alças, para acompanharem os dias de praia e de passeio.
É uma das tendências do ano. Imagem de Freepik.

A mudança no guarda-roupa com a chegada do verão não se faz apenas nas peças de vestuário. Também no segmento dos acessórios é necessário organizar as prateleiras e gavetas, para guardar os mais clássicos e pesados, e dar lugar aos mais leves e coloridos, que representam a boa disposição dos dias quentes, das idas à praia e das festas ao pôr do sol, por exemplo. Isto é regra tanto para colares, brincos e pulseiras, como também para as carteiras utilizadas no dia a dia.

Uma coisa puxa a outra e o desejo de usar roupas mais leves pede carteiras que estejam em sintonia com os looks. O segredo está na aposta em diferentes tipos de materiais — até naqueles que não são associados ao verão.

O crochet e tricot, por exemplo, são duas técnicas muito ligadas a roupa de inverno, no entanto, nos últimos anos, ganharam um grande destaque também na estação mais quente. Entre saias, tops, chapéus e até biquínis, foram muitas as peças criadas através desta artes manuais, que inundaram as lojas e os feeds das redes sociais.

Se não conseguiu aderir a esta moda, talvez goste mais quando se foca apenas nos acessórios. As carteiras de crochet e tricot tornaram-se grandes companheiras dos outfits descontraídos desta época e a marca oeirense Vintage Bazaar não quis deixar passar a oportunidade de criar também alguns modelos.

Vão ser as companheiras de praia deste verão.

A nova coleção da marca, intitulada “Sol Mate”, tem várias carteiras com cores e padrões diferentes, entre os lisos e os florais. Apostamos que vai vê-las pelos areais, esplanadas e jardins do concelho nos próximos meses. 

Numa versão maleável, dão um toque artesanal e familiar (podiam ser feitas pelas nossas avós) ao conjunto total. Podem mesmo transformar-se nas grandes protagonistas dos looks, no caso de terem muita cor, em contraste com peças mais sóbrias. 

Entre as opções encontra malas de tricot pequenas, para usar na mão, outras são maiores, feitas em crochet, e com a possibilidade de usar também com alça, ótimas para utilizar como saco de praia. Todas elas custam 48€ e encontra-as tanto no site da marca oeirense, como na loja física em Santo Amaro de Oeiras. 

Carregue na galeria para conhecer alguns dos modelos. 

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA