compras

Nicoland tem as bolsas perfeitas para passear os animais com estilo

A empreendedora mais nova do concelho quer incentivar os oeirenses a não deixarem os dejetos dos patudos no chão.
Encomende já uma para si.

Desengane-se quem considera que a moda se limita apenas a roupa, sapatos e acessórios como brincos e pulseiras. A verdade é que atualmente tudo tem de ter um design extravagante e bonito ou tecidos que chamam a atenção. E esta regra aplica-se tanto a vestidos e calças como às bolsas onde pode guardar os dejetos do seu cão. Sim, leu bem: já pode passear o seu patudo com estilo enquanto protege o ambiente não deitando nada para o chão. 

Quem nunca procurou a coleira mais gira de todas ou o casaco mais querido para o seu amigo de quatro patas que atire a primeira pedra. Todos os donos amam os seus animais e é normal gastarem um pouco mais de dinheiro naquilo que não é uma necessidade, Porém, pode sempre comprar aquilo que realmente precisa como as “poop bags”.

Existem dois modelos disponíveis em tamanhos diferentes: as bolsas normais custam 3,50€ e apenas cabe um rolo de sacos; as bolsas maiores custam 5€ e já dão para levar quatro a cinco sacos. Este último é, no fundo, multiusos. Pode aproveitar para levar os biscoitos que o seu patudo mais adora ou pertences seus como as chaves de casa. 

Relativamente aos tecidos, pode escolher aquele que gostar mais e que esteja disponível em loja. A bolsa é forrada com tecido preto por dentro ou até às bolinhas. Elas têm um gancho que permite prendê-las na trela ou nas calças do dono, por exemplo. Fechadas com velcro, nada vai escapar e depois só precisa de deitar o que apanhar no lixo. Além de barato, este produto é muito prático e tem outra vantagem: incentiva os oeirenses a não deixarem as ruas sujas, protegendo o ambiente ao mesmo tempo. 

Teresa Oliveira, a empreendedora mais nova do concelho de Oeiras, é a responsável pela Nicoland. A jovem de 16 anos cria artigos especialmente para animais e faz tudo à mão. Tudo começou por ser um simples hobby e depois tornou-se numa forma de ganhar dinheiro e ajudar um dos seus cães a realizar a operação que necessitava. Juntando o útil ao agradável, Teresa faz o que gosta e não se queixa.

“Vendemos acessórios para animais desde bandanas, laços de tecido ou laços de fita de cetim. Esses podem ser personalizados. O cliente escolhe a cor, o modelo e os apliques. Também temos laços de fita com temas, por exemplo, de princesas da Disney. Utilizo tecidos eco-friendly nas bandanas e nos laços de tecido. Reutilizo tecidos de roupas que de outra forma acabariam no lixo. Foi assim que comecei como hobby a criar vestidos, gravatas e laços para os meus animais”, revelou Teresa à New in Oeiras.

Pode fazer a sua encomenda através da página de Instagram da marca. Os portes custam 1,50€. Já os preços dos artigos variam entre 1€ e 6€. O nome do projeto é uma homenagem a Nico, um dos cães que moram com Teresa e que foi abandonado por três famílias.

De seguida, carregue na galeria para conhecer alguns dos artigos artesanais disponíveis na Nicoland.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA