compras

Mulheres radicais: a Onesea tem as peças de surfwear mais giras da estação

E, ainda por cima, é uma marca amiga do ambiente já que os biquínis são feitos com material reciclado.
Dois modelos que vão parar o 'trânsito' dentro de água.

Foi há um ano que demos a conhecer uma nova marca portuguesa de swimwear e surfwear, que chegou ao mercado para marcar a diferença. Falamos da Onesea, fundada por Inês Viana, de 27 anos, designer de produto. A jovem estudou no IADE e na Faculdade de Belas Artes, na área de desenho de móveis, mas acabou por seguir outro rumo e, em vez de desenhar artigos para decorar casas, desenvolve peças que façam as mulheres sentirem-se bem na praia.

Inês vive em Paço de Arcos e garante que não há felicidade maior do que estar perto do mar. Esta ligação vem desde sempre, mas foi há cerca de quatro anos que começou a praticar surf regularmente.

“Foi nessa altura que me apercebi que os fatos nem sempre eram confortáveis, além de serem todos praticamente iguais, muito escuros e pouco femininos”, conta a jovem empreendedora, que sentia falta de variedade e, por isso, propôs-se a criar uma marca que colmatasse essa falha e se destacasse no mercado. “Quis levar um ar feminino para dentro de água. O número de mulheres a praticar surf tem vindo a crescer e claro que gostam de se destacar, de vestir peças giras até na água”, refere Inês.

A Onesea lançou agora a segunda coleção — por enquanto só cria artigos de verão — intitulada “Positive Vives”, com peças muito coloridas, algo de que Inês faz questão, pois acredita que as cores trazem boa energia e boa disposição. “Com estas peças quero passar a energia que o mar nos dá”, afirma a jovem.

Tudo é feito por si, com exceção da parte da costura. É Inês que pesquisa e estuda os modelos, os padrões, a paleta de cores e que desenvolve os designs. Um processo criativo longo, mas que lhe dá um enorme prazer.

Através da Onesea, Inês quer também promover uma vida mais ativa e saudável e incentivar a prática de desportos aquáticos. Acredita que jovens e adultos, ao criarem uma maior ligação ao mar e às praias, tornam-se mais conscientes e preocupados com questões ambientais.

Uma marca amiga do ambiente

Valorizar e retribuir o que é proporcionado pelo planeta e pelos oceanos é o lema da marca. Não é de estranhar, portanto, que os biquínis da Onesea sejam feitos a partir de materiais reciclados, com plásticos retirados dos oceanos, que podem voltar a ser recriados e moldados. Desta forma, são utilizados recursos já existentes, sem a necessidade de produzir novos.

Além disso, Inês faz questão de evitar o desperdício. A nova coleção traz dois modelos, “Chloe” e “Tatiana”, criados a partir de sobras de material da coleção do ano passado. O resultado são peças muito originais, feitas com licras de três cores diferentes, que vão, certamente, atrair olhares nos areais do concelho.

“Chloe” e “Tatiana”: do ‘lixo’ ao luxo.

A forte consciência ambiental, que faz parte do ADN da marca, foi também o mote para a ideia de lançamento da nova coleção. “Positive Vibes” foi lançada online a 15 de abril e, no dia seguinte, foi organizado um evento para realizar uma limpeza na praia de Carcavelos.

Se ficou fã, não deixe de seguir a marca através das páginas de Instagram e Facebook para estar a par das novidades. Pode sempre encomendar as peças que mais gosta através do site. Este ano, a Onesea tem também artigos à venda na loja da Bana, em Carcavelos. Os biquínis custam entre 65€ e 66€, os fatos de banho variam entre 73€ e 76€ e os fatos de surf têm preços dos 80€ aos 86€.

Carregue na galeria para conhecer os vários modelos da Onesea.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA