compras

A marca de joalharia oeirense que nasceu de forma improvável durante a pandemia

Todas as peças da Sentido Jewelry são desenhadas pela fundadora, que nunca teve formação na área, apenas um grande amor por joias.
A fundadora é ainda modelo da marca.

Tânia Pratas é formada em Serviço Social, com uma pós-graduação em Gestão, vive em Oeiras, e tem uma apelido premonitório. Em fevereiro de 2020, mesmo antes da pandemia, ficou desempregada. Apaixonada por joias, e habituada a “rabiscar” peças que gostaria de mandar fazer para si, estava prestes a criar uma marca, sem saber.

“Foi o meu marido que encontrou as minhas folhas soltas, com desenhos e ideias, e sugeriu criarmos uma marca”, conta-nos Tânia Pratas. Nos meses seguintes, com a ajuda de vários amigos, criaram uma rede de contactos que os fez chegar a um joalheiro em Gondomar, com quem trabalham atualmente.

“Ele viu os meus desenhos e achou que as peças eram bonitas e que o projeto tinha pernas para andar.” No início do verão, os primeiros artigos ficavam concluídos, uma amiga designer criava o logotipo e o marido, Henrique Umbelino, economista e apaixonado por informática, começava a construir o site.

“Demorei algum tempo até que ficasse mesmo como queríamos. Ficou pronto em setembro, e no dia 27 desse mês lançámos então a loja online e a página de Instagram”, explica-nos Henrique. “Enviamos para todo o mundo e já temos clientes em países como França e Canadá”, dizem os dois, com orgulho na voz.

Além, obviamente, da preocupação estética, a Sentido Jewelry compromete-se ainda com a vertente sustentável. “Tudo é nacional e ecológico, das peças às embalagens. Os artigos são todos desenhados por mim, e feitos pelo nosso joalheiro em Gondomar, com prata 925 e banho de 24 quilates.”

Quando a pandemia terminar, o sonho deste casal passa por chegar às lojas e até, quem sabe, ter o próprio espaço físico para receber os clientes. Por enquanto, tudo acontece na loja online, com portes de 3,50€ para Portugal.

Por lá encontra colares, pulseiras, e anéis, em tons prateados ou dourados, e por vezes com pedras, pérolas ou cristais. Os preços vão dos 40€ aos 115€.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA