compras

Kelly Martins vive em Paço de Arcos e vende as peças mais giras em cartonagem

A brasileira é licenciada em Matemática, mas foi no artesanato que encontrou a sua paixão, que se transformou num emprego.
As peças são lindas.

Kelly Martins tem 37 anos e é formada em Matemática. Nascida na cidade de Belém no Estado do Pará, no norte do Brasil, veio para Portugal no final de dezembro de 2020. O marido, Marlon Paraense, já morava no nosso País desde 2017.

Juntos, mudaram-se para Paço de Arcos, para um apartamento junto à praia. É lá que faz as suas criações, que começaram ainda no Brasil. E tudo por causa de um festejo religioso.

“A cidade de Belém é conhecida no Brasil por motivo de uma grande manifestação religiosa católica chamada Círio de Nossa Senhora de Nazaré. Temos o costume local de realizarmos a visita de imagens peregrinas pelas residências dos bairros, e no final do encontro a família anfitriã oferece aperitivos e mimos aos convidados. Em setembro de 2017, estava a ver um programa de televisão e a artesã Alice Yozhiyoka apareceu a ensinar a fazer uma peça chamada Caixa Surpresa que fechada era exatamente uma caixa de presente e aberta se transformava num lindo oratório, no seu interior, as fitas dispostas faziam alusão à imagem de Nossa Senhora, também tinha uma gavetinha para guardar um mini livro de oração e um terço.”

Kelly ficou encantada. No dia seguinte, foi logo comprar material para produzir e oferecer caixas a quem participasse do momento de oração em sua casa naquele ano. “A caixa surpresa fez tanto sucesso que depois publiquei-a nas redes socais e comecei a produzi-la para vender.”

Desde então que se dedica a esta arte, a cartonagem, que consiste em moldar cartão, cola e tecido 100 por cento algodão (ou papel) e transformá-los em peças utilitárias ou decorativas. “Sempre gostei de trabalhos manuais, já estive no mundo das bijuterias e da decoupage, mas o que faz o meu coração acelerar a cada peça produzida é mesmo a cartonagem.”

Os produtos mais comprados por mulheres fazem parte do Kit Bolsa Feminina: o porta fones (7€), porta moedas (7€), e o porta óculos (8,50€). Mas também os cadernos, estojo para canetas (8,50€) ou os marcadores de livros (3,50€).

Se preferir, pode sempre pedir uma peça personalizada, com um orçamento a definir. Tudo pode ser comprado online, através da página de Instagram da artesã. As peças são depois enviadas para casa, com o valor dos portes a variar consoante o peso da encomenda. A médio prazo, Kelly Martins pretende criar workshops para ensinar a técnica.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA