compras

As almofadas que vão tornar os dias de praia mais confortáveis são de uma marca oeirense

Além dos modelos para adultos, a Bugio acaba de lançar almofadas para os miúdos, com os mesmos padrões.
Vai tornar os dias de praia mais confortáveis.

Leve, livre e feliz. É assim que a Bugio se descreve e é desta forma que quer fazer parte dos verões dos clientes. Afinal, é uma marca cujo principal objetivo é estar presente nos momentos de descanso passados na praia, na piscina ou no jardim. Dedicada à produção de almofadas de encosto, a marca oeirense foi buscar o nome a um dos cartões-postal do concelho, relacionado com o mar: o Forte de São Lourenço do Bugio. 

“Vivo no concelho de Oeiras há 30 anos e o Bugio sempre fez parte da paisagem dos meus dias. Quando decidi criar um projeto próprio, achei que tinha que estar relacionado, de alguma forma, com este elemento tão característico desta zona”, conta à NiO, Sofia Baltazar, de 53 anos. A empreendedora, com uma carreira ligada ao marketing, quis apostar nesta área depois de ela própria se tornar fã deste tipo de produto.

As almofadas de praia tornaram-se quase tão essenciais como a toalha e o chapéu de sol e a tendência é facilmente comprovada: basta olhar em redor sempre que estiver num areal. A verdade é que cada vez mais pessoas querem estar confortáveis enquanto apanham sol ou relaxam a ler um livro, e não dispensam os acessórios que o permitem. “Relax” é, precisamente, o nome dado às almofadas da marca. 

A coleção de 2024 tem 13 modelos com padrões diferentes. Entre as várias opções encontra estampados bastante coloridos, outros mais sóbrios, geométricos, marítimos, às riscas (verde, cinzento ou azul) com elementos do mar e da natureza, com palavras escritas, entre muitos outros. Pode conhecê-los ao pormenor no catálogo online da Bugio.

“Todos os padrões deste ano são selecionados pela marca. Conseguimos encontrar uma empresa nacional para imprimi-los e, assim, temos uma maior liberdade em termos de produção, de forma a poder dar continuidade aos padrões escolhidos em futuras encomendas”, conta Sofia à NiO. 

Os almofadões da Bugio (com uma dimensão de 60 centímetros de largura por 70 de altura) adaptam-se ao corpo de cada pessoa e são tão confortáveis que o difícil vai ser querer levantar-se para ir dar um mergulho. Por serem muito leves, são também fáceis de transportar, com uma alça para levar ao ombro ou a tiracolo. Um dos grandes destaques das peças é facto de os tecidos (feitos em poliéster 100 por cento reciclado) serem impermeáveis, podendo usar as almofadas perto da água. 

Alguns dos padrões.

Um dos upgrades deste ano é o facto de as almofadas passarem a ter um bolso interior, onde pode guardar objetos de valor, como as chaves do carro, o telemóvel, o relógio, etc. “É perfeito para quem vai sozinho à praia. Assim pode ter os pertences guardados enquanto vai ao banho, de forma quase secreta”, sublinha a responsável. 

Falta ainda dar a conhecer a grande novidade deste verão: os modelos Relax Júnior, lançados esta semana (última de junho). São almofadas mais pequenas, para miúdos dos três aos oito anos (40 centímetros de altura por 50 de largura). “São leves e fáceis de transportar”, refere a marca. Estão disponíveis em todos os padrões da coleção, ou seja, os filhos podem fazer match com as almofadas dos pais. 

O preço do tamanho normal é 40€ e as pequenas ficam a 25€. Caso queira ter modelos a condizer, pode comprar o conjunto de duas almofadas (uma Relax de tamanho normal e uma Relax Júnior) por 58€. As encomendas são feitas através de mensagem na página de Instagram da marca ou por email encomendas@nullbugio.pt.

Pode ainda comprar apenas o saco de enchimento por 15€ ou só a capa das Relax por 35€. A marca tem ainda a possibilidade de fazer almofadas grandes (com 1,10 metros de comprimentos) para substituir as espreguiçadeiras em piscinas, sob encomenda.

O prazo de entrega é até sete dias úteis. “Só produzimos o que é encomendado. Assim não temos excedentes e diminuímos a pegada ecológica da marca”, nota Sofia. Pode ainda levantar as suas encomendas em três pontos de recolha grátis: loja Pigmentos em Oeiras, loja Cabana Estoril no Estoril e loja Rita Roquette Interiores em Lisboa. 

Como surgiu a ideia?

Tal como muitos outros negócios que ganharam pernas para andar quando o mundo estava parado, o projeto da Bugio nasceu durante a pandemia. “Fiquei confinada em Tróia, com um grupo de amigos. Um dia, uma amiga aparece com um almofadão de praia, que achei fantástico e super confortável”, lembra Sofia, fascinada com aquele acessório, que tornava muito mais agradável a estadia no areal.

O projeto começou, então, a ser desenhado, em 2020. “Fiquei a matutar na ideia, falei com uma amiga que sabia costurar e desafiei-a a criar um negócio comigo. Como sou da área do marketing, decidimos que eu fazia toda a comunicação e ela tratava da produção das almofadas. Começámos a comprar tecidos e a pensar como desenvolver os produtos. Fizemos vários testes e funcionou muito bem”, conta.

No entanto, algum tempo depois, a dupla acabou por perceber que tinha objetivos diferentes e terminou a parceria. Mas já não havia nada a fazer, Sofia estava totalmente envolvida nesta ideia de negócio e com muita vontade de concretizá-la. Decidiu pegar ela própria numa máquina de costura — “sabia apenas os básicos” — para experimentar fazer os modelos que tinha em mente. 

“Comecei a olhar para o mercado e percebi que já havia muita oferta”, lembra a empreendedora, decidida a criar algo que se destacasse. Em 2022, quando ia arrancar em força com o projeto, a vida trocou-lhe as voltas com uma doença que a pôs de baixa e sem energia para fazê-lo. Foi só um ano depois, em 2023, num dia de praia, que sentiu de novo motivação para recuperar esta ideia e pôr mãos à obra. 

“Precisava de algo que me guiasse. Frequento muito as praias de Santo Amaro de Oeiras e da Torre e foi num desses dias, encostada à minha própria almofada de praia, a ver a paisagem com o Bugio à minha frente — ele que tem sido uma presença tão assídua na minha vida —, que cresceu esta ideia”, conta à NiO.

O nome e os elementos da identidade visual da marca, como o logotipo e a cor coral, ficaram logo definidos. No entanto, devido a questões logísticas, só este verão é que a Bugio chegou em pleno ao mercado de acessórios de praia. E, apostamos, que vai decorar muitos areais em Oeiras e não só. 

Siga também a marca no Facebook para estar a par das novidades e carregue na galeria para ver algumas imagens das almofadas da Bugio. 

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA