compras

A Salsa tem um novo equipamento que esteriliza a roupa em 30 segundos

Os responsáveis da marca portuguesa garantem que o feedback dos clientes tem sido "muito positivo".
A roupa fica higienizada.

As lojas da Salsa já reabriram, depois de um período de encerramento forçado pelo governo para travar a pandemia de Covid-19. Agora, os espaços da marca portuguesa estão a funcionar com medidas de segurança reforçadas para garantir o bem estar de clientes e colaboradores.

Uma das medidas que todas as lojas tiveram de adotar foi a quarentena para as peças devolvidas, trocadas ou experimentadas no provador, que ficavam obrigatoriamente 48 horas guardadas antes de poderem voltar a ser colocadas nas lojas. No entanto, a cadeia portuguesa já encontrou uma solução para este sistema, com uma nova tecnologia que já foi testada no espaço de Santa Catarina, no Porto.

Foi desenvolvida pela empresa tecnológica MTEX NS e permite eliminar a necessidade deste período de espera, uma vez que esteriliza a roupa em apenas 30 segundos. Em fase de testes finais, este sistema permite otimizar o processo de compra do cliente, gerir os stocks de forma mais eficiente e reforçar a segurança e conforto na experiência de loja.

“O feedback dos nossos clientes tem sido muito positivo. Sentem-se à vontade dentro da loja e mais predispostos a experimentar. Sabem que estão completamente em segurança, é como se todas as vezes que as peças experimentadas o fossem pela primeira vez”, afirmou Carla Santos, diretora da loja de Santa Catarina.

O equipamento chama-se Phys UVS Sterilizer e foi desenvolvido com o apoio do Departamento de Biotecnologia da Universidade Portuguesa e do CITEVE. O sistema de esterilização combina luz ultravioleta com ozono, recorrendo assim, explicam os responsáveis, aos dois processos mais eficazes no combate à Covid-19.

tags: coronavírus, covid-19, Jeans, lojas, Oeiras Parque, salsa

outros artigos de compras

mais histórias de Oeiras