compras

A marca oeirense especializada em joias com cristais já tem uma loja online

No novo site da RI.MOR by Rita vai poder também personalizar as peças e agendar consultorias.
Rita Morgado é a fundadora da marca.

Quando, em 2020, Rita Morgado decidiu criar um pequeno negócio de acessórios de moda — grávida e a meio de uma pandemia —, a par com o seu trabalho na área do Marketing Digital, não imaginava que, menos de quatro anos depois, este se tornaria no seu trabalho a tempo inteiro. O que começou quase como um passatempo, cresceu de tal forma que precisou de bases mais sólidas. No dia 7 de março, Rita conseguiu cumprir um dos maiores objetivos: lançar o site da RI.MOR by Rita e ter disponível uma loja online. 

“A marca estava a crescer, há cada vez mais pessoas a conhecer os produtos e deixou de ser sustentável receber as encomendas através do Instagram. Quis criar um serviço mais automatizado. O objetivo é o site ser uma extensão do que já tenho nas redes sociais. Quem chega ao site, normalmente, é porque já passou pelo Instagram e já conhece o meu trabalho”, conta Rita, de 30 anos, à New in Oeiras. 

Uma das imagens de marca do seu projeto são os cristais, protagonistas de todas as suas criações. “Sempre gostei de acessórios e peças com brilho. Por outro lado, já adorava cristais e andava com eles soltos dentro da bolsa, eram amuletos que me acompanhavam para todo o lado. Então tive a ideia de criar um acessório onde colocar o cristal, para usar. Daí comecei a vender também a amigos e percebi que não era só uma necessidade minha. Outras pessoas também queriam usá-los de acordo com os objetivos que tinham”, lembra a jovem empreendedora.

A RI.MOR by Rita começou apenas com 11 colares, feitos com diferentes cristais. Hoje, continua a utilizá-los, mas estendeu o catálogo também a anéis, brincos e pulseiras. A jovem garante que só usa cristais naturais, garantindo a exclusividade das peças. “Além da qualidade dos materiais, é tudo feito à mão e, por isso mesmo, não existe nenhuma joia igual”, sublinha. 

“Antes de iniciar o negócio fiz uma pesquisa de mercado para saber como é que a marca se poderia diferenciar. Faço questão de ter muito cuidado na escolha dos cristais para ter a certeza que são verdadeiros e que têm a qualidade desejada para o melhor trabalho possível. Só faz sentido se os cristais forem mesmo naturais e tiveram as suas propriedades intactas para terem o efeito desejado em cada cliente”, refere.

No Instagram, Rita vai partilhando as novidades das suas criações, assim como as propriedades de cada cristal que utiliza. Entre eles estão a ametista, angelita, citrino, cornalina, pirite, quartzos branco, rosa e verde, e turmalina negra. Algumas das peças mais procuradas são as joias da abundância, feitas a partir do Pirite. A pedra pode ser utilizada numa pulseira (41€), num colar (47€), num anel (37€) ou em brincos (39€). 

Pulseira com Pirite.

 

Além deste tipo de peças pré-produzidas, a empreendedora abre espaço para criar joias personalizadas. “Nesse caso, existe primeiro uma conversa entre mim e cada cliente, onde peço alguns dados como o signo, as características pessoais e aquilo que pretendem atingir no futuro ou algo que gostavam de mudar na sua vida. Todos estes dados me ajudam a perceber qual o melhor cristal para cada pessoa”, garante a fundadora. “Para mim não são simples joias, são amuletos”, aponta.

Essa conversa poderá ser feita por mensagem, através de um áudio enviado por Rita ou, ainda, numa consultoria intitulada “Work your light”, que inclui “uma experiência holística e transformadora que combina astrologia, leitura de oráculos, cristaloterapia e rituais de manifestação”, garante a marca, que tem agora essas opções estruturadas na nova plataforma online, de forma a ser mais prático cada clientes conhecer e escolher aquela que mais se adapta a si. 

Existe, ainda, a opção da consulta “A Magia do Pêndulo” (77€), de uma hora, que aprofunda diferentes questões, num “plano de ação, transformação, autodescoberta e crescimento pessoal”, guiado por Rita Morgado. “Normalmente, quem chega ao site é porque já sabe bem o que quer, mas tem necessidade de ter esse apoio da minha parte”, aponta Rita, com a consciência de que dar a cara, dar-se a conhecer às clientes, é muito importante, para que confiem no seu trabalho.

“No início só mostrava as peças. Mas quando comecei a partilhar mais de mim, tudo mudou. É uma forma de humanizar a marca. As pessoas compram porque se identificam comigo. Além de um colar, por exemplo, oferece essa experiência de saber qual o melhor cristal para aquela pessoa, a melhor forma de usá-lo”, conta à NiO. 

O site, lançado há pouco mais de duas semanas, demorou alguns meses a preparar. “Tive a marca três anos a funcionar, a par com outro trabalho. Mas cheguei a um ponto em que já não estava a dar para conciliar e tomei a decisão de me dedicar apenas ao meu projeto, a full time. Despedi-me no final de 2023 e tive dois meses e meio a trabalhar intensamente com um web designer na criação do site”, revela Rita. 

O feedback tem sido o melhor. “Na RI.MOR by Rita criou-se uma comunidade, há uma verdadeira conexão com as pessoas. Conheço as minhas clientes, a marca é muito personalizada. O site tinha também que o ser. É a minha cara”, sublinha a jovem, apaixonada pelo universo dos cristais, astrologia e espiritualidade. São essas crenças que coloca em cada peça que faz, já que tem como grande missão, através do seu trabalho, celebrar e empoderar mulheres. 

​Encontra todas as joias e serviços da RI.MOR by Rita na loja online. Na galeria, em baixo, pode conhecer algumas. 

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA