compras

A coleção da Vintage Bazaar inspirada na Costa Rica tem tudo para o seu look de verão

"Tica", a mais recente novidade da marca oeirense, chegou às lojas no final de julho. Tudo começou com um pareo.
O vestido "Palmeiras" é uma das novas peças.

Já lá vai o tempo em que se escolhia a roupa mais velha ou mais estragada para ir à praia. Hoje, levam-se os melhores outfits, pois não se pode perder a oportunidade de tirar boas fotografias, em bonitas paisagens, mas também nunca se sabe se acaba por ir diretamente da praia para uma esplanada jantar com amigos. E, nesse caso, há peças que não podem faltar no seu closet. 

Falamos daquelas que são intemporais, bonitas e práticas, que a vão fazer sentir-se arranjada e feminina em poucos segundos, sem grande esforço. Mas, por vezes, para compor um look de verão, tem que juntar peças de várias lojas e pensar como vai combiná-las. Pois, com a nova coleção da Vintage Bazaar terá o trabalho facilitado, já que tem tudo o que precisa para os outfits perfeitos das suas férias.

“Tica” é o nome da última coleção de verão da Vintage Bazaar deste ano. Foi totalmente idealizada por Patrícia Pereira, fundadora da marca, numa viagem que fez em dezembro passado à Costa Rica. “É uma coleção que me diz muito, foi feita com o coração”, confessou no dia do lançamento, na passada quinta-feira, 28 de julho, através da página de Instagram.

“Na viagem à Costa Rica, encontrei-me muito comigo própria, enquanto estava em contacto com a natureza, tão impactante, que mexeu muito comigo. Na altura, tinha dias que não estava a sentir-me tão bem comigo mesma, mas bastava enrolar uns pareos à volta do fato de banho e, de repente, sentia-me bonita”, contou Patrícia. 

A natureza inspiradora e a autoestima reforçada através daquela pequena peça de pano, fizeram-na sentir-se tão bem que quis arranjar forma de passar essa sensação através da marca. Assim, da ideia passou à ação e desenvolveu esta coleção que tem tudo o que Patrícia considera essencial levar na mala de viagem.

“É uma coleção de alto verão, que reúne o que eu própria uso quando vou de férias”, revela a fundadora. Sem perder o estilo boémio chic que a caracteriza, desde que chegou ao mercado em 2007, que a Vintage Bazaar vai procurando seguir as tendências na sua marca própria, sempre com o seu toque especial.

A coleção “Tica”

A nova coleção tem um pouco de tudo: vestidos, tops, calças, calções, camisas, chapéus, malas e acessórios, mas a grande estrela é, sem dúvida, o pareo. Foi a partir destas peças que todas as outras foram pensadas e a partir dos padrões criados, que se criaram todos os outros, de forma a encontrar uma harmonia visual em toda a coleção. “Dá para brincar com as peças e conjugá-las todas umas com as outras”, garante a fundadora. 

Para Patrícia, o pareo “é um acessório espetacular. Podemos usá-lo mais curto, mais comprido, basta enrolarmo-lo à volta da cintura para estarmos prontas para ir a qualquer lado. Sentimo-nos logo mais femininas. Até se pode usar como echarpe ou como se fosse uma mala.”. Uma peça muito versátil que está presente na coleção com cinco estampados diferentes. 

Pode usá-lo, por exemplo, com os novos tops, num conjunto perfeito para usar por cima do fato de banho ou do bíquini. Ou, então, se preferir manga comprida ao final do dia, pode conjugar o pareo com uma camisa de linho, que existe em azul claro ou em branco. Tanto os tops como as camisas, combinam de forma perfeita com os novos calções de ganga que “não podiam faltar nesta coleção”, segundo a responsável. Há também uma macacão inteiro de ganga, calças de linho, de estilo baggy, “muito confortáveis e frescas” e, ainda, uma calças de tecido fino, “soltas e fluídas, para usar em qualquer ocasião”, como comenta a responsável. 

E, claro, não podiam faltar os vestidos, imagem de marca da Vintage Bazaar. Tem dois modelos à escolha, com um padrão de palmeiras, em preto e em branco. Há ainda um detalhe curioso: todas as etiquetas trazem presos uma concha ou um búzio que representam a natureza que inspirou a coleção. Patrícia conta ainda o significado por detrás do nome “Tica”: “Escolhi este nome porque ticos são os habitantes da Costa Rica”.

Além das peças de roupa, há muitos acessórios para completar os looks. Desde colares, pulseiras, brincos, até malas de praia, chapéu estilo panamá e, ainda, carteiras com búzios bordados. Toda a coleção foi fotografada na Costa Vicentina. Já pode encontrá-la nas lojas físicas da marca e online.

Uma marca oeirense com 15 anos de história

Muito marcada pelas influências dos anos 70 e por um universo estético e cultural bastante eclético, Patrícia Pereira começou por estudar Direito mas rapidamente percebeu que o seu caminho passava por dedicar-se à grande paixão que tinha pela área da moda. 

Assim, fez nascer em 2007 a Vintage Bazaar, em Santo Amaro de Oeiras, numa antiga mercearia, naquele que era o seu próprio bairro de infância. Patrícia cresceu naquela zona e nada teria mais sentido que abrir ali o primeiro showroom da marca, onde é hoje a primeira loja. Atualmente, a Vintage Bazaar está também presente no Chiado, em Lisboa, e no Porto, além de ter um showroom sazonal, neste momento, na Comporta.

“Orgulho-me de fazer parte de uma nova cultura de comércio de rua, que preserva a história e tradição, onde o detalhe, a atenção e o cliente têm o papel principal”, podemos ler, no site da marca.

Através de uma estratégia bem definida, a marca apresenta novidades a cada quinzena, com coleções de entrega imediata. E assim foi conquistando as suas “VB Girls”, com clientes que a seguem há mais de uma década, enquanto vão chegando novas fãs. Uma das filosofias da marca é, precisamente, criar peças que podem ser usadas tanto em looks elegantes, como descontraídos, de forma a fazerem as mulheres sentirem-se mais bonitas e confiantes.

A Vintage Bazaar assume-se como uma marca de moda free-spirited, com um conceito de modern bohemian, que pretende inspirar quem entra no seu mundo. “Uma marca deve fazer sonhar”, afirma a fundadora.

Carregue na galeria para conhecer algumas das peças da coleção “Tica”, já que o verão ainda está para durar. 

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Av. Carlos Silva 9, Santo Amaro de Oeiras
    2780-354  Oeiras
  • HORÁRIO
  • Terça a sábado das 10h às 19h

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA