comida

São bolos, mas vendem como pãezinhos quentes na Mercadona. Custam 12 cêntimos cada

Os espanhóis não vivem sem eles, e os portugueses também já estão viciados — compram 25 mil Sobaos por mês.
São populares ao pequeno-almoço, lanche e como sobremesa.

Sobaos. O nome pode ser estranho e difícil de pronunciar em português, mas em Espanha é um dos bolos mais tradicionais. A receita nasceu no século XVI, em Pasiega, Cantábria (perto do País Basco), para aproveitar os restos da massa do pão. Em castelhano, a palavra pode até não estar relacionada, mas se fosse em Portugal, poderia ser facilmente conhecido como “sobras”.

Este é talvez um dos motivos que tem levado ao sucesso da receita, feita de forma rústica, com as sobras de ovos, manteiga e açúcar para confeccionar um lanche rápido, barato e energético. O doce tornou-se um sucesso e a fórmula foi passando entre gerações até chegar ao conceito que encontramos hoje em dia à venda nos supermercados. A massa de pão foi trocada pela farinha de trigo e foi adicionado o sumo de limão, o sal e fermento, que lhe dão o aspeto esponjoso. Embora seja uma iguaria espanhola, há várias recriações espalhadas um pouco por todo o mudo. 

A Mercadona começou a vender embalagens destes Sobaos em Espanha, em 2021. Deste então que tem sido uma loucura. Este ano, a 3 de janeiro, a cadeia decidiu exportar as saquetas para Portugal e o resultado é parecido: os portugueses adoram. Traduzindo em números, desde que chegaram às lojas, a retalhista já vendeu mais de 25 mil unidades dos doces fabricados em Burgos.

Falámos com a cadeia para perceber o que está na origem do fenómeno. O segredo, garantem os responsáveis, está na combinação de diferentes texturas e sabores. “Têm um sabor amanteigado que torna a sua textura e formato perfeitos para mergulhar no leite ou no chá”, explica Jónatas Cadete, gestor de categoria de produto da Mercadona em Portugal.

Na primeira dentada sente-se “a textura macia e esponjosa”, que se desfaz na boca. Em bom português, parece um pão de ló, com uma explosão de sabores que se revela a cada mordida. Não tem qualquer tipo de creme, o que conquista adultos e miúdos.

Sobao

Outra vantagem é a forma como são vendidos. Os pacotes individuais fazem deles snacks super práticos, que podem ser levados para qualquer lado e cabem em qualquer mala ou nas lancheiras dos miúdos. “Decidimos trazê-lo para as lojas portuguesas e foi, como já e mostrou, uma aposta acertada. Os clientes têm tido uma adesão muito positiva”, refere a marca.

E nem é de estranhar. Fazendo as contas, são quase 300 gramas de pura tradição — vá, 280, se quisermos ser mais precisos. É difícil resistir-lhe, mas é melhor não acabar com uma embalagem inteira sozinho: por cada 100 gramas, estará a ingerir 26 de gorduras; 50 de hidratos de carbono, 27 dos quais açúcares; 5,5 gramas de proteína e apenas 2,9 de fibra. Ao todo, tem 461 calorias.

Os Sobaos estão à venda em todas as lojas da marca, na área das bolachas. Cada embalagem custa 2,20€ e traz 18 bolos. O que significa que cada exemplar fica a 0,12€. Pode comê-lo a qualquer altura do dia, mas o povo de Cantábria garante que é uma ótima opção ao pequeno-almoço, para começar o dia “cheio de energia”.

Este é apenas mais um dos produtos da retalhista espanhola que se tornaram fenómenos de vendas através do “passa a palavra”. E, como tem sido habitual, quando se cruzarem com a sobremesa — e os elogios que o acompanham nas redes sociais —, muitos portugueses vão fazer uma espécie de peregrinação à loja mais próxima.

No final de 2022, a Mercadona partilhou a sua intenção de abrir mais 10 supermercados em território nacional — nos distritos de Braga, Porto, Lisboa e Coimbra —, continuando assim o processo de expansão da marca que já conta 39 lojas espalhadas pelo País, incluindo a do concelho de Oeiras, situada em Porto Salvo. 

Descubra ainda o detergente da Mercadona que praticamente todos os portugueses têm em casa — compram 1.700 embalagens por dia.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA