comida

A Pikocina está com uma promoção nas suas empanadas argentinas

Setembro é o mês da empanada. As receitas de massa criolla custam apenas 17€ por dúzia.
Irresistíveis.

Yanet Boronat tem 24 anos, nasceu na Argentina e, com 12, mudou-se para Madrid com a família. Por sua vez, Ricardo Noura tem 26 anos, nasceu em Lisboa e há cinco anos foi para Madrid com um grupo de amigos. Conheceu Yanet na capital espanhola e apaixonaram-se.

Os dois anos seguintes seriam passados a viajar entre Lisboa e Madrid, à vez. Fartos do namoro à distância, e como trabalhavam os dois na área da restauração, viajaram durante três anos entre Tenerife, Palma de Maiorca e outros lugares procurados no verão, enquanto mudavam de restaurante ou hotel, para pagar as contas.

Foi assim que em setembro de 2020, em plena pandemia e já a viverem juntos em Madrid, decidiram mudar-se para Lisboa. Escolheram Sesimbra, onde optaram por seguir o sonho de ambos: abrir um negócio de comida.

Com as raízes de Yanet bem presentes, os jantares de família e os próprios restaurantes da mãe e do padrasto na memória, optaram pela cozinha argentina. Começaram a fazer empanadas e a levar os produtos até casa dos clientes.

A Pikocina foi criada em outubro de 2020 e faz entregas em todo o concelho de Oeiras. Para isso só precisa de fazer uma encomenda mínima de meia dúzia de empanadas (10€), que podem ser cruas ou cozinhadas, e pagar a taxa de entrega (2,50€).

Existem opções de carne, carne picada, frango, atum, fiambre e queijo, queijo de cabra, espinafres e cogumelos, humita (milho, bechamel de soja e cebola), caprese, e fugazzeta (cebola, queijo e orégãos). Os preços vão de 1,90€ a 2€ — uma dúzia custa 19€ em massa criolla ou 20€ em massa folhada. Nos doces, existem os alfajores e os cañoncito.

Tudo é caseiro e feito com produtos argentinos. E este mês de setembro, é o mês da empanada, com todas as dúzias a custarem 17€ — se optar por massa criolla. As encomendas devem ser feitas com um mínimo de 24 horas de antecedência.

De seguida carregue na galeria para se derreter com estas delícias.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA