comida

Os novos pratos e sobremesas do Frigideira Carioca vão fazê-lo correr para o restaurante

O espaço, situado no centro histórico de Oeiras, apresentou novidades muito saborosas para a época de primavera e verão.
Comida de conforto, com um toque de sofisticação.

O Frigideira Carioca chegou, serviu e venceu. Abriu no final de setembro do ano passado, no centro histórico de Oeiras, e rapidamente conquistou a clientela com sabores da cozinha brasileira, entre inspirações italianas e portuguesas. Três meses depois, Eduardo Araújo e Cristina Soares, os responsáveis, foram distinguidos pelos leitores da New in Oeiras na categoria de “Melhor Chef” dos Prémios NiO 2023. 

Agora, com mais de meio ano de portas abertas, com talento reconhecido e destaque assumido entre as propostas gastronómicas da zona, o Frigideira Carioca decidiu que estava na hora de inovar e acrescentar alguns pratos à carta. Dar a conhecer novos sabores, de forma a surpreender os clientes, é o objetivo dos casal de chefs brasileiros. 

“Com a chegada da primavera e verão, preparámos um menu com alguns pedidos de clientes e aumentámos a oferta de petiscos, para aqueles que querem apenas picar alguma coisa enquanto tomam uma boa cerveja gelada, uma caipirinha ou até mesmo um bom vinho”, contam à NiO. Pratos de peixe, carne e novas sobremesas foram incluídas, num cruzamento entre Brasil e Portugal, que nunca é esquecido. 

“Incluímos agora a tão pedida moqueca que, com a junção de Brasil-Portugal, é feita com bacalhau e camarões”, referem. O prato custa 24,90€. A Bahia chega até Oeiras através do nhoque de vatapá com molho de moqueca de camarão (19€), que o chef considera “uma delícia”.

Para completar as novidades no segmento de peixe, foi dado um novo twist a um dos pratos de sucesso da casa. O risotto de caipirinha “está com cara nova” e agora é acompanhado por um robalo, que “não é de se perder”, garantem. Custa 23,90€.

Quanto à carne, poderá provar a costela bovina Angus, confitada e acompanhada de risotto milanese (32,90€). “Um petisco que volta para nossa carta é o frango à passarinho, atendendo a pedidos dos nossos clientes que sentiram falta dele. Incluímos também as nossas deliciosas coxinhas de frango, salgadinhos típicos do Brasil”, apontam. Além destes dois petiscos, poderá provar ainda os bolinhos de rabada. O valor dos mesmos varia entre 12€ e 15,50€. 

Para finalizar a refeição, poderá agora adoçar o paladar com duas novas sobremesas: a cocada de forno (8,50€) acompanhada de gelado de baunilha e também o petit gatêau de caipirinha (9€), inspirado na nossa bebida brasileiríssima, feito de chocolate branco e raspas de lima e limão, acompanhado de sorbet de lima e calda de cachaça. “Está a ser a sensação”, garante o chef Eduardo Araújo. 

Se era fã de outros sucessos da carta, como o bolinho carioca (croquete de moqueca de camarão), o dadinho de tapioca e a bochecha Rio Lisboa, não se preocupe, porque continuam por lá. Durante a semana, os pratos do menu de almoço vão variando. Pode acompanhar a página de Instagram do restaurante para ficar a par dos mesmos.

Já ao fim de semana, o conceito continua igual. Além da carta aberta, dá-se destaque à feijoada brasileira, acompanhada de arroz, farofa, couve mineira e laranja, servida aos sábados e domingos. Custa 30€ para duas pessoas. 

Carregue na galeria para conhecer alguns dos novos pratos. 

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    R. Marquês Pombal 11
    2780-289 Oeiras
  • HORÁRIO
  • De terça a sábado das 12h30 às 15h e das 19h30 às 22h
  • Domingo das 12h30 às 15h30
  • Encerra à segunda-feira
PREÇO MÉDIO
Entre 20€ e 30€
TIPO DE COMIDA
Brasileira

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA