comida

Os 13 bolos mais calóricos à venda nas pastelarias portuguesas

Ao contrário do que muitos possam pensar, o pastel de nata não é o pior da lista. Valha-nos isso.
Vai ser difícil viver sem eles.

É quase impossível entrar numa pastelaria cheia de bolos nas vitrines, um mais apetecível que o outro, e não sucumbir à tentação. É difícil resistir, sim, mas saber exatamente o que está a comer pode ajudá-lo a escolher a opção menos má.

A maioria dos bolos de pastelaria são pobres em fibra e ricos em açúcar e gordura — uma combinação que devemos evitar. São alimentos que possuem calorias vazias, ou seja, são muito calóricos e pouco nutritivos. Não têm vitaminas, minerais, nem proteína, não trazendo qualquer benefício nutricional (a não ser aquela felicidade momentânea que depois se pode tornar em arrependimento).

A queijada de queijo fresco — não deixe que o nome o engane — é uma das que apresenta os valores mais chocantes. Embora não seja a opção mais calórica, por cada 100 gramas estará a consumir 35,2 gramas de açúcar. O que torna isto ainda mais assustador é o facto de a Organização Mundial da Saúde apenas recomendar 50 gramas de consumo diário de açúcar. Ou seja, uma só queijada corresponde a mais de metade da quantidade aconselhada diariamente.

Com a ajuda da nutricionista Lia Faria, elaborámos uma lista com os 13 bolos da pastelaria mais calóricos. Spoiler alert: o pastel de nata não é tão mau assim.

Carregue na galeria e conheça a lista completa.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA