comida

O Pastus: distinção no Guia Michelin reforça o legado do chef Hugo Dias de Castro

O restaurante de Paço de Arcos tem "a melhor relação qualidade/preço". A NiO falou com a atual responsável, Annakaren Fuentes.
O menu reúne sabores de herança portuguesa e mexicana.

Tem apenas 25 lugares, com o bónus de ganhar uma esplanada em pleno jardim de Paço de Arcos, nos meses mais quentes. A magnitude d’O Pastus, aberto em junho de 2020, chegou muito além dos poucos metros quadrados que ocupa no cento histórico da vila. O talento do chef Hugo Dias de Castro mereceu-lhe uma referência no Guia Michelin 2023. Um ponto alto que não deixava adivinhar o triste desfecho desse mesmo ano, com a morte do chef. Dois meses e meio depois, chegou uma nova distinção por aquela que é considerada a bíblia dos melhores espaços de restauração do mundo.

Esta terça-feira, 27 de fevereiro, decorreu a Gala Michelin, a primeira em Portugal, no NAU Salgados Palace & Congress Center, em Albufeira. Entre as diferentes categorias, encontra-se a seleção Bib Gourmand, que destaca os restaurantes com a melhor relação qualidade/preço. Entre os 32 restaurantes desta lista (considerados os favoritos dos inspetores), há oito novos espaços e um deles é precisamente O Pastus (com uma média de 45€ a 50€ por pessoa).

Sobre o restaurante, o Guia Michelin refere: “Este negócio modesto, mas encantador, é dirigido com entusiasmo, num ótimo trabalho realizado pela jovem Annakaren Fuentes. A proposta em si, definida como cozinha portuguesa moderna, é construída a partir do respeito tanto ao produto como aos sabores tradicionais”.

E acrescenta: “Se gosta da cozinha portuguesa, mas quer experimentá-la reinterpretada com um olhar de criatividade, já está atrasado na reserva de mesa. A proprietária Annakaren Fuentes, que continua o trabalho iniciado pelo chef Hugo Dias de Castro, acrescentando uma abordagem interessante a outras cozinhas do mundo”.

A New in Oeiras falou com Annakaren Fuentes, que se mostrou feliz e emocionada com esta distinção. “É a realização de um sonho. O Hugo partiu há pouco tempo, tem sido muito complicado, mas este sempre foi um objetivo desde que abrimos o restaurante. O evento que aconteceu ontem foi muito significativo. Foi uma maneira de ressignificar o trabalho do Hugo, porque está relacionado com tudo o que tem sido feito nos últimos anos”. 

Hugo Dias de Castro e Annakaren Fuentes.

O futuro d’O Pastus

Na verdade, Annakaren, de 35 anos, está focada no presente. Por enquanto. Com a partida precoce de Hugo, com quem era casada, o objetivo a curto prazo é “continuar o legado que ele deixou e a paixão que ele tinha”, conta. Legado esse que quer também passar aos filhos do casal, Hugo, 9 anos, e Afonso, 7. 

Para isso, assumiu ela própria a cozinha do espaço. Com formação em cozinha e pastelaria pela Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril (onde conheceu Hugo), decidiu voltar a esta área, depois de algum tempo a trabalhar em gestão hoteleira, pela “experiência e gosto” que tem pela comida.

A memória do chef está presente em cada canto do espaço e nos sabores que são servidos, hoje como forma de homenagem. Porém, foram feitas algumas mudanças na carta habitual. “O Hugo era natural de Guimarães, tinha muito enraizado no seu trabalho os sabores tradicionais portugueses. Eu sou mexicana, por isso quis trazer outros sabores para os pratos, e dar um toque meu, era o que fazia sentido”. 

A chef destaca pratos como a barriga de porco com mole almendrado e pickles de pepino doce (15€) e a novilha d’Aire (27€). Se quiser provar o menu de desgustação “Cabal”, com sete momentos diferentes, o valor é de 70€. 

Ali, pode acompanhar a azáfama da cozinha, já que é “sem paredes e sem nada a esconder”, como garante o restaurante. O ambiente, sublinha Annakaren, vai manter-se intacto. “É um espaço intimista, não queremos perder esse conceito. Este restaurante é uma casa para nós e para muitos dos nossos clientes”. 

Aproveite para recordar a receita de tártaro de atum que o chef Hugo Dias de Castro partilhou com a New in Oeiras, no início de 2021.

Carregue na galeria para ver algumas imagens do espaço e de alguns pratos. 

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Avenida Marquês Pombal, 5
    2770-160 Paço de Arcos
  • HORÁRIO
  • De terça a sábado apenas das 19h30 às 23h
  • Quinta a sábado também das 12h30 às 15h
PREÇO MÉDIO
Entre 30€ e 50€
TIPO DE COMIDA
Portuguesa

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA