comida

Mercado de Algés já reabriu — e tem uma esplanada maior

Para já, as mesas que estão dentro do espaço não vão estar disponíveis, mas pode sentar-se do lado de fora enquanto come os seus pratos favoritos.
Agora está assim.

Por causa da pandemia Covid-19, as idas ao Mercado de Algés tiveram de ser adiadas. Mas temos boas notícias. É que o espaço abriu esta terça-feira, 2 de junho, seguindo todas as normas de segurança e higiene, e com uma grande esplanada.

Por agora, as mesas dentro do espaço não vão estar disponíveis. Para que tudo seja feito com a máxima segurança e para que haja distanciamento entre os clientes, o Mercado montou uma esplanada maior no exterior. E continua a poder pedir aos funcionários os pratos dos seus restaurantes favoritos, que lhe chegam à mesa num instante. 

Se preferir continuar a ficar no conforto da sua casa, não há problema. Pode pedir take-away ou encomendar diretamente do site do Mercado de Algés. Só tem de ver a ementa, as campanhas em vigor e pedir a refeição. A mota do delivery chega à sua porta cumprindo todas as normas de segurança.

O peixe fresco é a jóia da ementa do Sai Fish e do Sai Fish Sushi. Pode pedir um salmão grelhado com dois acompanhamentos (9,50€), um bacalhau com broa (10,90€) ou lulinhas fritas com maionese a acompanhar (10,50€). Nas sugestões de sushi tem, por exemplo, os combinados já definidos. O maxi de salmão com 20 peças, que custa 19,90€; o tradicional de 16 peças a 16,90€; sai sushi de 16 peças fica a 17,90€ e o de 32 a 34,50€, ou o veggie, para quem não come peixe, com 12 peças e custa 10,90€.

Uma delícia.

O restaurante mexicano Mamacita oferece o taco tradicional de carne (7,90€) e também com camarões (8,80€). Tem ainda as quesadilhas de camarão (8,80€) ou de cogumelos (6,90€), por exemplo.

Para amantes de comida italiana, há o Puro Italiano com massas como pasta nero com gamberi (14,50€), carbonara alla guitar (9,50€) e pizzas de cogumelos (8,90€), diavola (10,90€) ou toscana (9,90€).

No Aqui é Petisco encontra caracóis (6,50€), prato de queijos (13,90€), asinhas de frango (7,90€), pimentos padron (5,50€) ou o combinado do mar com choco frito, mexilhões à espanhola e salada de polvo (17,50€).

E os fãs de carne podem escolher os pratos do Notalho ou do Notalho Burger. Pode optar pelo Chuletón de Buey, 350 gramas (16€) ou o T-Bone de 450 gramas (19€). Também há costoletas de borrego a 18€. Nos hambúrgueres pode escolher o mister bacon (8,90€) com hambúguer de vaca, queijo cheddar, bacon crocante, servido em bolo do caco; ou o cheeseburguer (7,90€) que leva queijo cheddar, cebola roxa, mostarda e ketchup.

Na Cazinha Portuguesa tem frango de churrasco (7,90€), bacalhau com natas (8,50€) ou francesinha com batata frita (10,50€).

Tem sempre o Bar do Mercado de Algés onde pode pedir as bebidas para acompanhar a refeição. Não se esqueça de deixar um espacinho para a sobremesa, pois na Doçaria do Mercado pode pedir um mini quindin de coco (3,20€) ou um mini crumble de maçã (3,20€).

tags: Algés, coronavírus, covid-19, delivery, Mercado de Algés, oeiras, take-away

outros artigos de comida

mais histórias de Oeiras