comida

A história do Guacamole GMG que celebra 10 anos de verdura

A marca portuguesa já tem cinco lojas, uma delas no Oeiras Parque. Aqui, a estrela é mesmo o guacamole.
Comida mexicana.

Se costuma frequentar o food court do Oeiras Parque, certamente conhece o Guacamole GMG. Foi lá inaugurado no dia 24 de abril de 2019, mas a empresa celebra no dia 11 de outubro uma década de existência, com o primeiro espaço no Atrium Saldanha.

O restaurante de comida mexicana tem no seu nome e na ementa uma estrela principal: o guacamole. Tudo começou quando Birju Kanabar, nascido em Portugal, regressou de Londres após concluir uma licenciatura em Economia e Finanças.

Porém, em plena crise económica, não encontrou as oportunidades que procurava na sua área. “Sempre tive uma paixão pela restauração. Desde cedo comecei a trabalhar na restauração e hotelaria, principalmente para pagar os estudos”, explica-nos o empresário de 33 anos.

A par da restauração, Birju sempre foi um apaixonado por viagens. E assim, juntando todas as experiências, nasceu o Guacamole GMG.

“A minha ligação com a comida mexicana vem do simples facto de ser um dos meus tipos de cozinha preferidos. A cor, as texturas, a enorme variedade e os sabores vincados sempre me criaram um afeto especial.”

Ainda assim, a ideia de centrar tudo no guacamole veio de uma desilusão: “Quando regressei a Portugal, fiquei muito desiludido com o guacamole produzido nos espaços em Portugal. Inclusive, não me recordo de comer guacamole fresco naquela altura. Do pouco que havia, era congelado. Era de facto um prato bem mais desconhecido do que é hoje.”

As receitas foram criadas e testadas por Birju, com os familiares e amigos a experimentarem dezenas de versões, com diferentes texturas, sabores e variações. “Após vários jantares divertidos, comecei a anotar a reação das pessoas às receitas que tinha preparado.”

Atualmente, existem cinco espaços Guacamole GMG: Colombo, Alegro Alfragide, Cais do Sodré, Oeiras Parque e Vasco da Gama. Além de uma foodtruck que faz festivais de verão e eventos há mais de cinco anos.

E qual o segredo do sucesso? “Sem dúvida, os ingredientes frescos. Sem ingredientes frescos e de qualidade, dificilmente conseguimos proporcionar uma experiência de qualidade. Esse é um dos principais valores da marca e lutamos diariamente para manter esses padrões.”

Com o regresso aos espaços abertos ao público, depois de meses difíceis de pandemia, Birju explica: “Voltámos a estar muito próximos dos rácios pré-pandemia entre o takeaway e o cliente físico. Ou seja, os clientes continuam a preferir a experiência física apesar do delivery/takeaway ter aumentado em termos de proporção.”

O que pode comer no Guacamole GMG? Burritos (6,65€ e 7,65€), tacos (6,65€), burritos denudos (6,65€), totopos (6,65€), e salad bowls (6,65€). Existem ainda extras, como elotes, chips de batata doce ou chilli, e sobremesas, como cheesecake caseiro ou homemade churros.

“O Guacamole acaba por personificar ao máximo aquilo que é a minha personalidade e a personalidade da empresa. É fresco, divertido, colorido e com inúmeros benefícios para a saúde. Além disso, é delicioso.”

De seguida, carregue na galeria para conhecer melhor o Guacamole GMG.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA