comida

Há uma nova adega virtual para comprar e encomendar grandes vinhos portugueses

Os pedidos são feitos na Uber Eats e entregues em 25 minutos na morada indicada. Chegam até Algés, na zona de Linda-a-Velha.
Há referências de todo o País.

Há grupos de restaurantes que optam por fechar os vários espaços. Depois há o Sea Me que não se quer deixar afetar pelo Covid-19. Primeiro, criou uma hamburgueria que apenas funciona com entregas ao domicílio em Lisboa, a Olívia. Agora, e desde sábado, 28 de março, que está disponível o Dionísio: uma garrafeira online onde pode comprar e encomendar grandes vinhos portugueses.

Esta foi a solução encontrada pelo grupo para continuar a vender os vinhos que, por norma, tem disponíveis nos seus restaurantes em Lisboa, como o Sea Me, o Prego da Peixaria ou o Soão.

No Dionísio apenas vai encontrar sugestões nacionais, muitas delas exclusiva dos restaurantes e que não são comercializados em garrafeiras ou em supermercados. As referências são vendidas à unidade e custam entre 7€ e 23€.

É na página da marca na Uber Eats que pode fazer os pedidos. São sempre 20 as referências que estão disponíveis no Dionísio. Tem, por exemplo, da região dos vinhos Verdes o Azevedo Loureiro Alvarinho (7€); do Douro, o Quinta Nova Grainha Reserva (17€) e do Dão, o Quinta dos Carvalhais Encruzado (23€).

Que bela ideia.

Há ainda sugestões de Lisboa, Setúbal ou Alentejo. Os pedidos são feitos online e entregues em 25 minutos na morada indicada. Chegam ao centro de Lisboa e vão até Algés, na zona de Linda-a-Velha.

O objetivo é levar os vinhos até ao consumidor que não os pode neste momento provar nos vários restaurantes.

O grupo Sea Me fechou o restaurante homónimo, o Meat Me, Prego da Peixaria e o Soão, a taberna asiática de Alvalade. Estes dois últimos casos estão a realizar entregas através da Uber Eats.

tags: adega virtual, Algés, Dionísio, entregas, oeiras, uber eats, Vinho

outros artigos de comida

mais histórias de Oeiras