comida

Há uma alternativa à massa e ao arroz — e é baixa em gordura

Uns chamam-lhe bulgur, outros triguilho. É benéfico para a saúde, fácil de cozinhar e substitui outros acompanhamentos.
Experimente

Nuns dias escolhemos peixe, noutros carne, variamos entre uma pescada e um robalo, entre um bife de frango e um de vaca. A acompanhar? “Outra vez arroz.” É um facto: os portugueses são doidos por arroz e por massa. Não tem que ser assim.

Pode querer mudar por várias razões: motivos dietéticos ou simplesmente porque está farto do mesmo acompanhamento. Seja qual for a justificação, saiba que há sempre alternativas, mesmo que não sejam totalmente óbvias. Apresentamos-lhe o bulgur, também conhecido por triguilho.

O grão integral, muito usado nas cozinhas do Médio Oriente e mediterrânicas, tem uma preparação singular. Feito a partir do trigo, ele é triturado, parcialmente cozido e seco. “A textura assemelha-se ao cuscuz ou à quinoa”, revela à NiT a nutricionista Bárbara de Almeida Araújo.

Nutricionalmente falando, trata-se de um alimento “bastante rico”. Além de ser rico em fibra e magnésio, o que ajuda a “melhorar o trânsito intestinal” e a contribuir “para o normal funcionamento muscular”, é também rico em ferro, manganês, vitamina B6 e zinco.

Tudo isto dá propriedades benéficas na prevenção da anemia, no reforço do sistema imunitário e para o bem-estar geral do organismo. Como bónus, também tem um baixo teor de gordura.

Inseri-lo na alimentação não tem que ser um quebra-cabeças, até porque como alternativa ao arroz e à massa, também o bulgur é fácil e rápido de cozinhar.

“É muito simples, basta colocar num tacho uma medida de bulgur para duas de água e deixar levantar fervura. Depois é só tapar por 15 minutos e já está”, explica a nutricionista.

“Faço imensas vezes para a minha filha, não só porque sei que estou-lhe a dar um cereal mais nutritivo, mas também porque é muito fácil e rápido de cozinhar”, e nota que também é uma solução prática, “especialmente para aqueles dias em que não tenho nada preparado”.

Tal como o arroz e a massa, é altamente versátil e pode ser combinado com todo o tipo de alimentos, seja a acompanhar um frango grelhado ou servido frio numa salada.

O segredo não passa por depender apenas dele, mas por alterná-lo com os outros alimentos. “O bulgur é mais uma opção saudável para inserir na sua alimentação de forma a poder variá-la ainda mais”, sublinha.

Mais alternativas? A NiT reuniu 15 acompanhamentos deliciosos para guardar no livro de receitas e fazer nos próximos tempos. Aviso: são todos saudáveis e saborosos. Carregue na galeria para ver as receitas.

tags: acompanhamento, alimentação saudável, bulgur

outros artigos de comida

mais histórias de Oeiras