comida

Há um restaurante em Oeiras onde os pratos são feitos na pedra

No Temperatura a comida é elaborada com ingredientes sazonais, de produtores locais.
O presunto de vaca é uma criação do restaurante.

Pratos criativos, ingredientes sazonais e espaço moderno. É o que pode esperar do Temperatura. O novo restaurante de Oeiras, tem os alimentos preparados no calor da pedra e propõe uma culinária simples, com ingredientes de produtores locais. O espaço está aberto desde o fim de dezembro e quer deixar a sua marca no cenário gastronómico do concelho.

Os sócios Martim Vasconcelos Santos e Afonso Cabral e Silva, têm apenas 24 anos e acreditam que o talento não tem idade, nem limites. Usam a criatividade para criar novos pratos com base na sazonalidade dos alimentos. “A nossa ementa é adaptada aos produtos que os fornecedores têm e está sempre a mudar”, explica Martim. Um exemplo é o prato de legumes salteados (2€) que está sempre presente, mas que tem os ingredientes consoante a altura do ano.

O Temperatura tem pratos de carne e vegetarianos na ementa. Martim destaca o presunto de vaca com ovo mal cozido e molho holandês (3,50€) e a vazia maturada na pedra com 30 dias de maturação. O prato tem duas opções de tamanho. O pequeno tem 180 gramas de carne (9,90€) e o grande tem 270 gramas de carne (14,90€). Ambos têm dois acompanhamentos, que podem ser arroz branco, batatas fritas, puré de batata e abóbora, legumes salteados ou couve kale com alho francês.

A sugestão dos sócios é acompanhar as refeições com vinho tinto Quinta dos Garnachos (copo — 3€ ou garrafa — 10,50€) ou vinho rosé Autocarro n.º 13 (copo — 3€ ou garrafa — 10,50€) e para finalizar, a dica de Martim é saborear a mousse de manjericão (3€).

Os empresários sublinham que uma das prioridades do restaurante é ter uma ligação direta com os fornecedores. “Todos os nossos produtos são comprados diretamente aos fornecedores, da carne ao azeite. E damos sempre preferência aos produtores locais”, sublinha Martim.

A vazia maturada é um dos pratos destaque.

Martim conta que a sociedade com Afonso surgiu do gosto pela cozinha. “Somos amigos há muito tempo e sempre gostámos de cozinhar e comer bem.” Os sócios são naturais de Oeiras e Afonso é licenciado em Produção Alimentar e Cozinha pela Escola de Hotelaria de Estoril. Ambos apostam no restaurante como um espaço de inovação. Todos os pratos foram criados e desenvolvidos por eles.

O Temperatura é um restaurante com uma energia jovem que chega a Oeiras como um espaço diferente. Funciona de terça-feira a domingo e fica na rua Marquês de Pombal, n.º11, em Oeiras.

Quem manda nisto tudo

Nome: Martim Vasconcelos Santos e Afonso Cabral e Silva
Idade: 24 anos
Prato favorito: O preferido de Martim é o presunto de vaca — criado por eles. Já Afonso diz que gosta de qualquer prato feito pela mãe.
Guilty pleasure: O de Martim é viajar e comer as comidas típicas de cada país. O de Afonso são os McFlurries.
Convença-me a visitar este espaço: “É uma experiência diferente. Os produtos são muito bons e os pratos criados por nós.”

tags: cozinha na pedra, novidade nio, oeiras, Produtores locais, restaurante, Temperatura

localização, contactos e horários

morada
  • Temperatura [ver mapa]
    Rua Marquês de Pombal, n.º 11
    2780-212 Oeiras
site e redes sociais
horários
  • De terça-feira a domingo das: 19:00
  • às: 00:00

ficha técnica

intervalo de valores
Entre 10€ e 20€
wifi disponível?
Sim
aceita reservas?
Sim

outros artigos de comida

mais histórias de Oeiras