comida

Grupo que detém Burger King e Pizza Hut vai colocar trabalhadores em lay-off

A Ibersol tem mais de 180 restaurantes encerrados e vai aderir ao programa do governo para não despedir ninguém.
A marca mantém 161 restaurantes abertos.

Depois da TAP e da Ryanair, há mais um grande grupo que vai recorrer ao programa de lay-off simplificado proposto pelo governo. Trata-se da Ibersol, a marca que detém mais de 300 restaurantes em Portugal e marcas como Burger King e Pizza Hut. O objetivo é não ter de avançar com despedimentos.

A informação foi comunicada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários esta segunda-feira, 30 de março. O pedido por parte da Ibersol será feito esta quarta-feira, 1 de abril. 

“No atual contexto de crise e de acordo com os mecanismos recentemente aprovados pelo governo, o Grupo Ibersol irá recorrer, a 1 de abril de 2020, ao apoio extraordinário à manutenção dos postos de trabalho, vulgo lay-off simplificado”, lê-se na informação.

Neste momento, o grupo tem 189 restaurantes fechados no País – inclusive em Oeiras. Outros 161 continuam em funcionamento apenas com serviços de take-away, entregas ao domicílio e drive thru — caso tenham esta opção.

“Este é um momento particularmente doloroso em que pedimos um esforço muito significativo aos colaboradores de todo o grupo pelo que reforçamos o agradecimento a toda a equipa Ibersol pelo seu profissionalismo, esforço e solidariedade que têm vindo a demonstrar nestas últimas semanas”, concluem os responsáveis.

Taco Bell, Pans & Company, Pasta Caffé e Ribs são outros dos projetos que irão ser abrangidos por este regime.

tags: Burger King, Grupo Ibersol, oeiras, pizza hut

outros artigos de comida

mais histórias de Oeiras