comida

Fogão Gaúcho: o rodízio de Carnaxide onde pode comer até não aguentar mais

Tem à escolha as melhores carnes e acompanhamentos no buffet.
A picanha está sempre a sair. Foto: Paulo Barata.

Há um restaurante em Carnaxide onde pode comer os melhores grelhados até não poder mais. O Fogão Gaúcho tem rodízio ao almoço e ao jantar. As carnes têm os cortes tradicionais para um verdadeiro churrasco brasileiro.

Comer um rodízio é sempre uma experiência que requer alguma preparação, ou pelo menos, muita fome para conseguir provar tudo aquilo que chega à mesa. Pichanha? Sim, obrigado. Maminha? Pois, claro. E vai-se intercalando as carnes com as ofertas do buffet, onde encontra as entradas, saladas e os acompanhamentos.

No Fogão Gaúcho tem três tipos de rodízio: o tradicional que tem 12 opções de carne, acesso a todo o buffet e custa 17,95€; o mini é igual ao anterior, com a diferença que tem apenas 6 variedades de carne para provar e paga 13,95€, e, se não é fã das carnes, pode optar pelo acesso à mesa do buffet e a refeição fica a 9,95€.

A criação deste restaurante, em Carnaxide, é da responsabilidade do brasileiro Saulo Cardoso, 38 anos. Trabalhou 12 anos no grupo da Capricciosa e a experiência deu-lhe a vontade de criar um conceito próprio. “Achei que em Portugal o rodízio estava desvalorizado. Por isso, decidi apostar no Fogão Gaúcho”, explica o proprietário, que tem um sócio neste negócio.

Em 2017 abriu o primeiro espaço no Carregado, em 2018 apostou em Carnaxide, num espaço com 150 lugares. Mais recentemente inaugurou mais um Fogão Gaúcho, desta vez em Alverca. “Até 2020 temos a intenção de ter mais seis lojas. Sempre na zona da Grande Lisboa”.

As carnes são uma delícia.

O que diferencia este rodízio? É a aposta na qualidade da carne. “Temos de ter um produto o mais fresco possível. Por isso é que estamos a utilizar cada vez mais a carne açoriana. O contacto direto com os produtores, dá-nos a oportunidade de saber como o animal é cuidado. São animais que consumem pasto todos os dias do ano”, sublinha Saulo Cardoso.

Os responsáveis pelos espaços Fogão Gaúcho querem, até ao final do ano, passar de 40 por cento para 80 na compra da carne vinda dos Açores. “Estamos a trabalhar para termos cada vez mais produtos portugueses nos nossos restaurantes”.

Para terminar a refeição, guarde apetite para provar as sobremesas. É que o restaurante tem tudo de fabrico próprio e têm uma junção de sabores que vale a pena experimentar, como a mousse de chocolate brigadeiro, panacota de coco com frutos vermelhos ou tarte de lima.

tags: Carnaxide, carne, fogão gaúcho, oeiras, picanha, refeições, restaurante, rodízio

localização, contactos e horários

morada
  • Fogão Gaúcho [ver mapa]
    Av do Forte n.º 8 F
    2790-072  Carnaxide
site e redes sociais
horários
  • De domigo a quinta-feira das: 12:00
  • às : 15:00
  • e das: 19:30
  • às : 22:00
  • Sexta e sábado das: 12:00
  • às: 15:00
  • e das: 19:30
  • às: 22:30

ficha técnica

tipo(s) de cozinha
Brasileira
intervalo de valores
Entre 10€ e 20€
wifi disponível?
Sim
aceita reservas?
Sim

outros artigos de comida

mais histórias de Oeiras