comida

Este sábado há uma sardinhada em Carnaxide e Queijas

A União de Freguesias de Carnaxide e Queijas volta a promover o evento que oferece sardinhas e pão à população.
Não perca a sardinhada.

Costuma dizer-se que não há verão sem sardinha no pão, principalmente em junho, durante os festejos dos Santos Populares. É nesta época que, normalmente, os portugueses provam as primeiras sardinhas do ano e não faltam spots onde pode fazê-lo. E se lhe dissermos que este fim de semana pode comer uma sardinha no pão de forma totalmente gratuita?

É verdade, está de regresso a famosa sardinhada promovida pela União de Freguesias de Carnaxide e Queijas. A iniciativa acontece já este sábado, dia 11 de junho, com oferta de sardinhas e pão à população, retomando o formato da última edição que decorreu em 2019.

Sabendo a falta que estes eventos populares fazem aos munícipes, a animação que trazem às famílias, aos idosos, a todos aqueles que vivem em pleno as iniciativas que unem a comunidade, a União de Freguesias não esperou mais e promove agora este festejo tão ansiado.

E prepare-se, pois a iniciativa não vai acontecer no mesmo local. Para chegar a um maior número de pessoas, a “Sardinhada 2022” vai decorrer em três arraiais diferentes. Tome nota dos horários e spots onde vai poder deliciar-se com uma boa sardinha no pão.

Às 16 horas será no jardim anexo ao Mercado de Queijas, numa parceria com o Agrupamento de Escuteiros 774 de Queijas. Mais tarde, às 18 horas, é na Outurela que acontece tudo, mais precisamente no Café Sede da Associação de Moradores 18 de Maio, em parceria com a própria Associação de Moradores. Ao final da tarde, pelas 19 horas, será em Carnaxide, na Associação de Moradores Lupeca, em parceria com a Associação de Moradores do bairro da Luta pela Casa.

Terá, assim, três oportunidades para provar estas sardinhas, é só escolher o seu local favorito. A “Sardinhada 2022” é uma organização da União de Freguesias de Carnaxide e Queijas, com o apoio do município de Oeiras.

Mas atenção: as sardinhas e o pão são limitadas ao stock existente. Por isso, vá cedo para não perder nada e conseguir saborear aquela que é uma iguaria típica desta época. As restantes opções gastronómicas presentes nos respetivos arraiais, assim como as bebidas, terão de ser pagas. 

Caso prefira caracóis em vez das sardinhas, carregue na galeria para conhecer oito spots do concelho onde pode comer o petisco.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA