comida

A Delícias da Margarette tem agora um delicioso nhoque de batata

Há mais novidades da cozinheira que se dedica à confeção de requeijão tipo Catupiry caseiro.
Irresistível.

Já lhe tínhamos apresentado a Delícias da Margarette em fevereiro, destacando que tudo é feito com o famoso queijo brasileiro tipo Catupiry. Para quem não o conhece, é um requeijão cremoso que só se encontra no Brasil, mas que foi criado por dois italianos que chegaram àquele país em 1911. Pouco depois, construíram uma fábrica e a marca que hoje dá o nome a esta iguaria.

Margarete Novais tem 46 anos e chegou a Portugal em outubro de 2017, vinda de Campinas (São Paulo). É formada em Administração e Gestão de Finanças, mas trabalha no nosso País como empregada doméstica. O marido, funcionário na área da hotelaria, foi despedido do Hotel Baía, em Cascais, devido à pandemia.

“Temos uma filha de 16 anos e precisávamos de arranjar forma de suprir a falta do rendimento do meu marido. Sempre adorei cozinhar, apesar de não ter formação nessa área, e decidi aprender a fazer o queijo creme tipo Catupiry”, contava-nos no início do ano.

De abril a final de julho de 2020, Margarete experimentou dezenas de receitas até chegar à melhor versão do requeijão possível. “Não sei porquê, mas não se vende o Catupiry na Europa. E havendo uma comunidade brasileira tão grande aqui na zona, achei que teria sucesso. E está a ter muito.”

O negócio vende o próprio queijo tipo Catupiry, esfirras e empadas. “O Brasil é um país com muitos emigrantes. As esfirras chegaram com os sírios e os libaneses que emigraram em força nos séculos XIX e XX. É como uma massa de pão com recheio, que pode ser fechada ou aberta.”

As esfirras de Margarete Novais podem ser de franjo e queijo; ou carne, cebola, tomate e especiarias (1,50€ cada). Já as empadas podem ser feitas com massa amanteigada ou tipo pastelão, e recheadas com frango com requeijão (19,90€), camarão (26,90€), e palmito ou bróculos com alho francês (17€) — existem ainda empadas em tamanho individual (2€).

Quanto ao próprio queijo, é vendido em frascos de 220 gramas e custa 5€. Agora, há uma novidade que os fãs de cozinha italiana vão adorar: nhoque de batata.

O prato é feito por Margarete, claro, e vem com um delicioso molho à parte. Pode optar por meio quilo (10,90€), que serve de duas a três pessoas, ou por um quilo (18,90€), para até seis pessoas. É vendido congelado e pode ir diretamente ao forno, entre 15 a 20 minutos.

As entregas no concelho de Oeiras ficam por 5€ e podem ser feitas todos os dias, desde que encomendadas com 24 horas de antecedência. Pode contactar a empresa através do Instagram ou do WhatsApp (920 406 872).

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA