comida

Anne Marie Patisserie: a chef que se gaba de ter os melhores brigadeiros do mundo

Surgiu em abril de 2020, pelas mãos da chef brasileira Gaby Melo, que se inspirou nas duas avós.
Uma obra prima.

Gabriela Melo tem 29 anos e um currículo impressionante. É brasileira e chegou a Portugal em 2017 para fazer um mestrado em Inovações em Artes Culinárias, na Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril. Passou por espaços com estrelas Michelin no nosso País, como o São Gabriel, o Cascais Miragem ou o Altis Belém, e ficou em sexto lugar no concurso de culinária World Skills International em 2013.

“Sempre quis isto para a minha vida. Desde criança que o meu sonho era ser confeiteira. Comecei com as minhas avós e o nome do meu negócio é uma homenagem a ambas, a minha avó Ana e a minha avó Maria”, conta-nos. Foi com a avó paterna que aprendeu as técnicas básicas de doçaria, como o suspiro, na roça onde morava.

Em abril de 2020, Gaby decidiu abrir o seu próprio negócio de confeção e venda de bolos de festa, sobremesas e brigadeiros, que diz serem “os melhores do mundo”. “O meu objetivo é transformar o momento de alguém, como o aniversário, numa experiência inesquecível.”

Para isso, tudo é pensado ao pormenor. Cada encomenda é entregue com uma carta de agradecimento escrita à mão, orientações de como comer e armazenar e a validade. Existem opções para festas, mas também individuais, para uma ou duas pessoas — e ainda versões vegan.

Tudo pode ser tratado através da página de Instagram. Em breve deverá haver um site para facilitar as vendas. A encomenda pode depois ser levantada na morada indicada pela confeiteira, ou ser entregue através de um serviço de estafetas (com preço sob consulta).

Pode optar por brigadeiros (12 por 16,90€), um mini pool cake (10,50€), mini brownie (14,50€), uma fabulosa caixa de pedras preciosas para comer (20,50€), bombons (9 por 22,50€) ou ainda um combi com uma sobremesa grande (brownie, pavlova ou bolo piscina) e 12 brigadeiros (44,50€).

Mas é nos bolos de festa que está o seu grande foco. “Tudo é personalizado e feito exatamente como o cliente quer. Costumo fazer uma sessão de cerca de uma hora para chegarmos à ideia final.” Depois, Gabriela Melo demora várias horas na preparação de cada bolo, muitas vezes decorado com os seus trabalhos em chocolate e com flores comestíveis.

A confeiteira, que também é professora e consultora, entrega tudo em caixas personalizadas e feitas à mão por outra artesã, Juliana da Tua Box, e acompanhados por uma nota escrita em cartões personalizados e com aguarela de Patrícia da marca De Atelier Book.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA