comida

A loja oeirense que só vende os melhores produtos das Beiras

A Venda do Marques abriu um espaço no Centro Comercial Palmeiras e uma loja online com produtos da Beira Alta e da Beira Baixa.
A loja física.

Luís Marques tem 42 anos, nasceu em Lisboa e vive em Porto Salvo. Porém, a sua família é toda de Castelo Branco. Assim se percebe a sua ligação fortíssima àquela região do País. “Eu costumo dizer que vim aqui nascer, mas somos de lá”, refere à New in Oeiras.

É contabilista e, após 15 anos a trabalhar numa IPSS, um problema de saúde fê-lo, em 2019, desistir da profissão. “Foi demasiado stress acumulado.” Planeou deixar o emprego a 31 de março de 2020, sem saber que uma pandemia estava prestes a assolar o mundo.

“Foi uma coincidência enorme. Já estava a planear abrir uma loja, sem saber o que nos ia acontecer a todos. O plano de negócios estava feito, tudo estudado, e acabei por aproveitar o primeiro confinamento para melhorar os planos e contactar todos os produtores.”

Assim nasceu A Venda do Marques, o seu projeto de venda de produtos típicos da região da Beira Alta e da Beira Baixa. Ao todo, são cerca de duas dezenas de produtores com quem trabalha, muitos deles de produção biológica.

A loja abriu em novembro de 2020, no Centro Comercial Palmeiras, ainda a tempo do Natal. “Vendemos muito bem nesse época, muitos cabazes.” Esta semana, última de janeiro, Luís Marques lançou a sua loja online, já pensada, mas absolutamente essencial numa altura em que quase não vende no espaço físico.

O lugar é equiparado a uma mercearia, e pode estar aberto durante o confinamento. Porém, com a fraca afluência, o proprietário apenas tem aberto a porta durante as manhãs. “Trato sobretudo das encomendas, de resto é um gasto de luz.”

Por vezes, recebe clientes que optam por comprar online, mas levantar na loja. No site, é possível conhecer e comprar todos os produtos da região das Beiras, selecionados por Luís Marques.

Da vasta oferta, destacam-se os azeites (desde 3,90€), os bolos (a partir de 1€), as infusões (2,80€ a 5,50€), compotas (desde 3,15€), os fumeiros e enchidos (a partir de 1,48€), licores (4,60€ a 18,90€), queijos (6,90€ a 14,90€), e vinhos (5,40€ a 12,30€).

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA